CB650R 2019

(08-10-2020 às 11:07)carlos-kb Escreveu:  As autoridades e Inspecção B... os bichos papões do motociclista actual.

«Se não comes a sopa toda (como quem diz, se alteras a mínima coisa que seja na mota), vem o papão e leva-te!»


Mas acontece ou não? Com que frequência? Quais os resultados das impugnações? Os factos, quaisquer que sejam, acabam por se sobrepor às bocas:

i) Piscas LED da marca dão multa ou não?
ii) Pintura "custom" com motivos decorativos, resulta em multa ou não?
iii) Malas laterais que vêm de origem mas não estão averbadas dão multa ou não?
iv) Panela com marca CE e certificado, dá multa ou não?
v) Top case aftermarket dá multa ou não?

Convém saber quais as linhas de orientação.  

Um agente de Autoridade com comportamentos de arbitrariedade pode sofrer um processo disciplinar, aliás como qualquer funcionário público.

Não acredito que seja o "vale tudo".
Responder

(08-10-2020 às 12:58)pareias Escreveu:  
(08-10-2020 às 11:07)carlos-kb Escreveu:  As autoridades e Inspecção B... os bichos papões do motociclista actual.

«Se não comes a sopa toda (como quem diz, se alteras a mínima coisa que seja na mota), vem o papão e leva-te!»


Mas acontece ou não? Com que frequência? Quais os resultados das impugnações? Os factos, quaisquer que sejam, acabam por se sobrepor às bocas:

i) Piscas LED da marca dão multa ou não?
ii) Pintura "custom" com motivos decorativos, resulta em multa ou não?
iii) Malas laterais que vêm de origem mas não estão averbadas dão multa ou não?
iv) Panela com marca CE e certificado, dá multa ou não?
v) Top case aftermarket dá multa ou não?

Convém saber quais as linhas de orientação.  

Um agente de Autoridade com comportamentos de arbitrariedade pode sofrer um processo disciplinar, aliás como qualquer funcionário público.

Não acredito que seja o "vale tudo".

Yo no creo en brujas... pero que las hay, hay!

Nunca fui multado por quaisquer dessas alterações... e não tenho a mota de origem (ainda que sejam alterações de caca). Agora (a meu ver) depende muito do tipo e "profundidade" da alteração, e das implicações que essas alterações podem ter para o próprio como para terceiros. Há quem se "meta a jeito" à grande.
Mas que é facto que existe um grande vazio legal no que respeita à definição do que são "alterações às características originais do veículo"... existe!

Depois, a coisa também passa pela forma de abordagem (mais cordial ou mais quezilenta) com o dito agente de autoridade e do respectivo zelo (ou excesso dele). Portanto, bota arbitrariedade nisso.

Se tiveres colhões, tempo, paciência e sobretudo matéria para avançar com uma queixa contra um agente... força!
Eu continuo a prezar o mais simples "quem não deve não teme".

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder

(08-10-2020 às 11:07)carlos-kb Escreveu:  As autoridades e Inspecção B... os bichos papões do motociclista actual.

«Se não comes a sopa toda (como quem diz, se alteras a mínima coisa que seja na mota), vem o papão e leva-te!»
Noutros tempos eram os comunistas... Que comiam criancinhas ao pequeno almoço...

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder

Eu tive uma BMW R850R que tinha grandes alterações... Tinha malas de cidades, mais estreitas, e de viagem, mais largas, e no estavam nos documentos, mesmo sendo de origem, tinha top case, e aquele modelo não podia levar top case, tinha um escape completo Remus, que também não estava homologado, tinha um vidro protector... Que também não estava averbado, tinha ferros de protecção em volta do motor que também não estavam no DUA, tinha um sistema adicional de arrefecimento do óleo no radiador, que não está no DUA. As suspensões também já não eram as de origem... Fui multado uma porrada de vezes com esta moto... Mas nunca por nenhuma das alterações que tinha.

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder

(08-10-2020 às 20:16)nelsonajm Escreveu:  Eu tive uma BMW R850R que tinha grandes alterações... Tinha malas de cidades, mais estreitas, e de viagem, mais largas, e no estavam nos documentos, mesmo sendo de origem, tinha top case, e aquele modelo não podia levar top case, tinha um escape completo Remus, que também não estava homologado, tinha um vidro protector... Que também não estava averbado, tinha ferros de protecção em volta do motor que também não estavam no DUA, tinha um sistema adicional de arrefecimento do óleo no radiador, que não está no DUA. As suspensões também já não eram as de origem... Fui multado uma porrada de vezes com esta moto... Mas nunca por nenhuma das alterações que tinha.

Era simples dó dos agentes da autoridade.

Já devia ser mau suficiente andar na estrada com tal cangalho, carregado de tal parafernália, quanto mais ainda ser multado por isso...

devil
Responder

(08-10-2020 às 21:33)marco.clara Escreveu:  
(08-10-2020 às 20:16)nelsonajm Escreveu:  Eu tive uma BMW R850R que tinha grandes alterações... Tinha malas de cidades, mais estreitas, e de viagem, mais largas, e no estavam nos documentos, mesmo sendo de origem, tinha top case, e aquele modelo não podia levar top case, tinha um escape completo Remus, que também não estava homologado, tinha um vidro protector... Que também não estava averbado, tinha ferros de protecção em volta do motor que também não estavam no DUA, tinha um sistema adicional de arrefecimento do óleo no radiador, que não está no DUA. As suspensões também já não eram as de origem... Fui multado uma porrada de vezes com esta moto... Mas nunca por nenhuma das alterações que tinha.

Era simples dó dos agentes da autoridade.

Já devia ser mau suficiente andar na estrada com tal cangalho, carregado de tal parafernália, quanto mais ainda ser multado por isso...

devil
É bem possível...

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder

(08-10-2020 às 20:16)nelsonajm Escreveu:  Eu tive uma BMW R850R que tinha grandes alterações... Tinha malas de cidades, mais estreitas, e de viagem, mais largas, e no estavam nos documentos, mesmo sendo de origem, tinha top case, e aquele modelo não podia levar top case, tinha um escape completo Remus, que também não estava homologado, tinha um vidro protector... Que também não estava averbado, tinha ferros de protecção em volta do motor que também não estavam no DUA, tinha um sistema adicional de arrefecimento do óleo no radiador, que não está no DUA. As suspensões também já não eram as de origem... Fui multado uma porrada de vezes com esta moto... Mas nunca por nenhuma das alterações que tinha.

Outros tempos... em que tirando a "caça" da Guarda Fiscal a quem não tinha selo, não havia esta perseguição incessante que agora assistimos. Logo porque as motos eram em número ínfimo e estavam longe de ser "moda" (como acontece hoje), ou sejam, nem sequer eram vistas como potencial ou grande fonte de receita em multas.

Apesar de já haver quem mudasse os escapes para uns Full Power, Escorpião ou Pulsar (os armados ao pingarelho ou com uns trocados a mais na carteira lá conseguiam um Yoshimura ou um Leo Vinci), também não existia esta coisa do tirar o dbkiller. Quem queria barulho retirava logo todo o miolo do escape e alguns ainda arriscavam andar com escape livre. E nem no livrete verde, havia essa mariquice de "averbamento".

Depois quando nos mandavam parar, muitas das vezes até era para verem a moto e estar-se um quanto tempo à conversa com os agentes, em torno das mesmas. Tirando as multas por excesso de velocidade, praticamente por pouco ou nada mais nos chateavam. Até em mega-concentrações fechavam os olhos ao pessoal que andava o fim de semana todo sem capacete!

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)