Carga de água
#31

Bem...mais uma experiência inesquecível de mota, percurso trabalho->casa, saída para o colombo uma poça enorme que nem dava para ver, quando dei por mim estava rodeado de água!! Sem exageros (e não ia a uma velocidade nada elevada) a quantidade de água que as rodas levantaram passou-me dos dois lados da cabeça...escusado é dizer que me BORREI TODO!!! lol ...ah e claro está, as belas das calças impermeáveis decidiram subir um bocadinho acima das botas E COMO SE NÃO CHEGASSE fizeram de funil!!! mad ...eu que meto as calças para dentro das botas e as calças impermeáveis por cima, quando dei por mim tinha os pés completamente cheios de água (e até ao momento nem estava assim tão molhado!!)

Para que percebam que realmente estava seco e a água se concentrou ali mostro-vos isto (nível abaixo do funil, ao ponto de quase virar as botas e cair água lol ):

[Imagem: bgd3s5.jpg]

Ex Suzuki GS500
Ex Yamaha YZF600R - Thundercat
Ex Yamaha R1
Suzuki GSX-R 750
Responder
#32

Estes gajos e as motas, bando de vândalos, nem deixam a água estar no meio da estrada à vontade
Responder
#33

(27-11-2014 às 21:14)Rod Escreveu:  Estes gajos e as motas, bando de vândalos, nem deixam a água estar no meio da estrada à vontade

Realmente...e à noite!!! para que uma pessoa que vá despercebida pise e se molhe!! lol

Ex Suzuki GS500
Ex Yamaha YZF600R - Thundercat
Ex Yamaha R1
Suzuki GSX-R 750
Responder
#34

a última grande molha que apanhei foi, julgo eu no dia 9 de Setembro passado... tinha de ir a uma consulta no Pulido Valente e depois para o trabalho....enquanto andei por Lisboa a coisa até estava bem... o pior foi quando fui para o trabalho... desatou a chover torrencialmente.... de tal forma.... que nem as calças me safaram.... fiquei completamente ensopado... calças, cuecas, pés, camisa mãos.... o único sitio do corpo que estava seco era a cabeça.... tudo o resto ficou molhado.... passei o dia a trabalhar com 3 aquecedores à minha volta.... e depois foi regressar a casa novamente com chuva... em suma... fui apanhado na curva lol

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder
#35

Eu por acaso tenho tido "sorte" e as maiores molhas que apanhei até agora foram a caminho de casa lol

Ex Suzuki GS500
Ex Yamaha YZF600R - Thundercat
Ex Yamaha R1
Suzuki GSX-R 750
Responder
#36

Também já tenho apanhado umas valentes, sem impermeável de tal maneira que nem o comando da garagem que costuma estar no bolso, deixar de funcionar.
Responder
#37

(28-11-2014 às 12:52)Rod Escreveu:  Também já tenho apanhado umas valentes, sem impermeável de tal maneira que nem o comando da garagem que costuma estar no bolso, deixar de funcionar.

"Quem corre por gosto não cansa" lol

Ex Suzuki GS500
Ex Yamaha YZF600R - Thundercat
Ex Yamaha R1
Suzuki GSX-R 750
Responder
#38

Aconteceu-me a mesma coisa que aconteceu ao Xico, na mesma estrada. Não compreendo como é que ando a pagar dois impostos e as estradas são esta porcaria que se vê (ainda estou um bocadinho chateada).

Vinha da Alta de Lisboa para a segunda circular, sentido Sul\Norte naquela curva manhosa de acesso, eram 22 horas, não há iluminação, não há visibilidade e não há coisa alguma que avise. Entrei na curva e julguei que tinha entrado no mar da Caparica. Pensei, com toda a certeza, que ia cair e ia estragar\afogar a mota e o corpo. Só via água, passou por cima do windshield e fez tipo onda... o som não dá para descrever, nem o medo que senti.

Depois, ainda enervada e completamente encharcada, com as botas cheias de água, lá entrei na via e, entre a faixa da esquerda e a do meio (a tentar esquivar-me a tudo o que era ajuntamento de líquidos), perto do radar, está UMA CRATERA que não vi, porque a iluminação, mais uma vez, é uma bela de uma treta. Dei um salto tão grande, mas tão grande, que a minha mão resvalou do punho para a buzina e...buzinei.

Nunca tinha tido tanto medo a andar de mota como ontem. Sei que fui um bocado inconsciente ao levar a mota, mas não fazia ideia de que ia estar aquela tempestade.

Depois vi um automóvel à minha frente, na A1, com o vidro de trás partido, com o plástico que o deveria cobrir a esvoaçar. Estava a ser um dia excelente para nós.

I may appear harmless but inside i'm completely badass devil
Responder
#39

(28-11-2014 às 23:07)Filipa Escreveu:  Aconteceu-me a mesma coisa que aconteceu ao Xico, na mesma estrada. Não compreendo como é que ando a pagar dois impostos e as estradas são esta porcaria que se vê (ainda estou um bocadinho chateada).

Vinha da Alta de Lisboa para a segunda circular, sentido Sul\Norte naquela curva manhosa de acesso, eram 22 horas, não há iluminação, não há visibilidade e não há coisa alguma que avise. Entrei na curva e julguei que tinha entrado no mar da Caparica. Pensei, com toda a certeza, que ia cair e ia estragar\afogar a mota e o corpo. Só via água, passou por cima do windshield e fez tipo onda... o som não dá para descrever, nem o medo que senti.

Depois, ainda enervada e completamente encharcada, com as botas cheias de água, lá entrei na via e, entre a faixa da esquerda e a do meio (a tentar esquivar-me a tudo o que era ajuntamento de líquidos), perto do radar, está UMA CRATERA que não vi, porque a iluminação, mais uma vez, é uma bela de uma treta. Dei um salto tão grande, mas tão grande, que a minha mão resvalou do punho para a buzina e...buzinei.

Nunca tinha tido tanto medo a andar de mota como ontem. Sei que fui um bocado inconsciente ao levar a mota, mas não fazia ideia de que ia estar aquela tempestade.

Depois vi um automóvel à minha frente, na A1, com o vidro de trás partido, com o plástico que o deveria cobrir a esvoaçar. Estava a ser um dia excelente para nós.


São experiências, como tudo tem partes boas e más...mas as boas compensam TAAAAAAAAAANNNNNNNNNNNNTTTTTTOOOOOOO!!!! lol ...

Mesmo com chuva normalmente prefiro ir de mota (não que tenha muita escolha), até porque costumam ser os dias com mais trânsito e mesmo com imenso trânsito costumo demorar +- o mesmo tempo a chegar a casa/trabalho/faculdade e não pago estacionamento em lado nenhum tong ...a parte chata é que invés de andar a aproveitar o caminho todo vou naquela de não puder curvar muito e ter de ter muito mais cuidado para não me espetar... sad

Ex Suzuki GS500
Ex Yamaha YZF600R - Thundercat
Ex Yamaha R1
Suzuki GSX-R 750
Responder
#40

A chover também vou na boa, com tempestade é que é capaz de ser melhor deixar o motão em casa cool .

Também tenho em consideração o trânsito e o estacionamento. Mota rulles!

I may appear harmless but inside i'm completely badass devil
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)