Capacete cms
#11

Para além de tudo o que já foi dito, é ainda importante que o capacete te "assente" bem.
As calotas não são todas iguais (normalmente existem diferenças consideraveis entre os de fabrico europeu e americano), e se fores apenas pelo aspecto, segurança e preço, pode não ser o capacete ideal para a tua cabeça.
Por exemplo, o HJC IS-17 a mim ficava-me bem, mas tinha uma folga enorme entre o queixo e a frente do mesmo.

Experimenta várias marcas, vê qual te é mais anatomicamente correcta e depois decide.

[Imagem: zD43YvL.jpg]
Responder
#12

Mantendo essa comparação odiosa com os quadrupedes devo dizer que estes não são vendidos na CE sem que nos testes da Euroncap obtenham o minimo de 3 estrelas.
Os capacetes, para se poderem vender devem estar devidamente homologados em prova de que cumprem os minimos requesitos de segurança.

Se estivermos de acordo no que acabo de dizer o CMS em questão não é nem mais nem menos seguro que qualquer outro capacete no mercado.

Depois temos a Sharp que faz comparativos e tal, que pode ajudar a decidir este ou aquele, mas o certo é que os comparativos já se fazem em capacetes que foram previamente homologados, ou seja, seguros para o uso na estrada.

É verdade que para as homologações, os testes de um modular e de um integral são diferentes entre si, mas sempre com um unico objectivo. Que sejam capacetes seguros para o uso de quem os compre.

Dizer que o selo de homologação não quer dizer nada pode fazer pensar que comprarias um capacete sem homologar?
O testes Sharp, que são importantes e esclarecedores, mas partem de uma base de que os capacetes já se podem usar porque estão homologados. Serão menos seguros, e refiro-me à tarefa de protecção para os quais estão homologados, só porque perderam um comparativo da Sharp?

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#13

Lone como em tudo nao podemos ser radicais, n digo que um de 5* seja melhor que um de 4*, mas o homolgado nao siginifica niveis de segurança iguais, em caso extremos significa que podes estar a comparar um homologado que passou no mínimo e outro no máximo. Certo?

SEja como for até 200€ vais para capacete gama media. Como disse o KOK o melhor é experimentar, pois nem todos tem a mesma medida de referencia
Responder
#14

Eu gostava de ter um capacete integral que pesasse 900gr....

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder
#15

200 Euros Já Compras um Airoh , bem mais fixe .

CMS = Cais morres sempre

* Ex Cagiva Prima R 1995 *
* Suzuki Gsxr 600 SRAD 1998 *
Responder
#16

Inc os testes de homologação são todos iguais.
Ou seja.
Todos os capacetes, dos que estão homologados para o uso na estrada, passaram os requesitos minimos.
Para saber até que ponto aguentam esta a Sharp, que faz comparativos entre capacetes que foram previamente homologados.
E, pelo que sei, a Sharp nunca comparou modulares com integrais pelo que não se pode afirmar de forma fiavel se um ou outros são menos seguros que o outro ou vice versa.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#17

(07-06-2016 às 21:52)nelsonajm Escreveu:  Eu gostava de ter um capacete integral que pesasse 900gr....

O R-PHA 10 Race Replica não pesava miuto mais que isso.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#18

A homologação de que se fala é a certificação ECE, que refere que o capacete cumpre os requisitos indispensáveis e exigíveis ao seu uso, dentro do espaço europeu. Na etiqueta o "E" seguido de um número, refere assim a conformidade com a normativa europeia e o número é o código do país (europeu) aonde essa homologação foi obtida.

[Imagem: etiquette%20casque.jpg]

Antes dos testes Sharp, a maioria dos fabricantes com modelos homologados já testavam com periodicidade os seus produtos, no que concerne a testes de impacto e resistência. Mas estes testes obviamente que não são divulgados e servem especialmente para os mesmos fabricantes ajustarem os controlos produtivos e qualitativos dos seus artigos.

Os testes Sharp acabam assim por ser praticamente os únicos testes de carácter isento, para capacetes moto, e foram fomentados pelo Dep. de Transportes do Reino Unido, com vista a ter-se na medida do possível, uma listagem publica sobre testes de impacto em capacetes moto. Mas apesar de isentos, pecam por serem subjectivos e parciais.

No entanto, e podendo ser uma base informativa e aonde se podem tirar referências, os testes Sharp valem o que valem.
Desde já, porque os testes são feitos em ambiente controlado e todos da mesma forma (e percebe-se que assim seja, para que haja uma uniformidade de procedimento com vista à obtenção dos resultados). Mas se existe algo em que nada é controlável e o resultado final é completamente arbitrário e incerto, essa coisa chama-se de acidente. Ou seja, não é forçoso que um capacete de 5 estrelas sharp, proteja melhor que um de 4 estrelas ou até um de 3 estrelas, porque o desfecho final de um impacto num acidente é completamente diferente desse ambiente controlado dos testes Sharp, e resultado de tantas outras variáveis, que não só um teste de colisão laboratorial. Para mim, como disse, o resultado dos testes Sharp servirá apenas como referência, entre tantos outros aspectos a ter em conta, mas jamais será decisivo na compra de um capacete.

(07-06-2016 às 21:52)nelsonajm Escreveu:  Eu gostava de ter um capacete integral que pesasse 900gr....

Se não estou em erro, o peso do Uvex Carbon (aquele que o J.P. teve) andava por essa ordem... 950 gr., se não me engano!

Eu na altura comprei um Uvex Hero (acho que era este o nome?) e também era levíssimo (penso que na casa das 1250 grs.). Pena o revestimento aborrachado exterior ser uma bela bosta e ter começado a empolar ao final de 2 ou 3 anos.

(07-06-2016 às 21:53)Basike Escreveu:  CMS = Cais morres sempre

Neste momento, consegues CMS ao nível dos Nexx, incluindo modelos full carbon.

O estigmatizar as coisas é lixado.... especialmente quando devaríamos defender mais aquilo que é nosso.... ou pelo menos não menosprezar de ânimo leve e superficial.

Se interessar saber, CMS quer dizer Capacetes Mário Santiago.... ou seja, nome do seu fundador, e é pena que sejam mais reconhecidos lá fora, que aqui dentro de portas.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#19

Mas esse UVEX aborrachado não era um penico?

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder
#20

(07-06-2016 às 22:51)nelsonajm Escreveu:  Mas esse UVEX aborrachado não era um penico?

Tive um penico, mas daqueles de plástico (ilegais) que comprei para levar uma vez a Faro, quando começou a ser proibido andar sem capacete. Aliás, ainda deve estar lá para a garagem da casa dos meus pais na Póvoa Santa Iria.

O Uvex que tive era um integral, preto matte aborrachado que comprei na Ramsomotor, quando lá trabalhei.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)