Benelli X-Diav... opsss.... queria dizer 402 S
#21

(08-11-2017 às 16:45)michelfpinto Escreveu:  
(08-11-2017 às 16:43)OFFICER Escreveu:  Se a BN302 dá 180kmh com os mesmos 200kg, não estou a ver que seja grande problema. Quem compra uma 400cc não deve estar à espera que a mota dê velocidades por ai além, nem as 400cc do antigamente quanto mais estas agora  lol

Tenho algumas dúvidas dessa velocidade de ponta David, mas nunca tive oportunidade da a testar a sério para saber se chegava lá.

Com alguém do nosso tamanho em cima, duvido. Agora, a esticar as mudanças todas, com o Officer e numa descida tipo a da CREL quando sais do túnel para Loures, talvez.

(mas cuidado com o vento lateral, senão arriscas-te a dar com o corpinho lá em baixo, nas árvores)
Responder
#22

(08-11-2017 às 17:00)carlos-kb Escreveu:  A questão aqui nem sequer passa pelas prestações que esta cópia (não) consegue. O cerne da coisa é mesmo a falta de refinamento... é descaradamente uma tentativa de parecer uma X-Diavel, com materiais baratos, soluções de recurso e um motor de treta... e é isto que eu critico. Foda-se.... ao menos uma belt drive ou um motor em V, não?

Até podiam tentar "imitar", mas ao menos que o tentassem fazer minimamente em condições.

Esta Chinelli está para a X-Diavel, como o HJPêta RaPHeiro que o LWillow mandou vir da Coreia, está para o HJC RPHA.

Carlos, aqui a Benelli apenas quer chegar lá pelo apelo estético... Tudo o resto é irrelevante. A ideia é ter uma mota com bom aspecto (discutível mas acredito que existe muitos que gostam), e usar a mesma base de motor para tudo, desde nakeds, "desportivas", custom, etc etc. No fundo uma estratégia que várias marcas usam. Se concordo, não, mas para a base de clientes destas marcas isso é pouco relevante. blink

As minhas máquinas (e ex):
Kawasaki Versys 1000 / KTM 1290 Super Duke GT
Yamaha FZS 600 Fazer

[Imagem: censorship2.jpg]

Responder
#23

(08-11-2017 às 17:10)quatropiscas Escreveu:  
(08-11-2017 às 16:45)michelfpinto Escreveu:  
(08-11-2017 às 16:43)OFFICER Escreveu:  Se a BN302 dá 180kmh com os mesmos 200kg, não estou a ver que seja grande problema. Quem compra uma 400cc não deve estar à espera que a mota dê velocidades por ai além, nem as 400cc do antigamente quanto mais estas agora  lol

Tenho algumas dúvidas dessa velocidade de ponta David, mas nunca tive oportunidade da a testar a sério para saber se chegava lá.

Com alguém do nosso tamanho em cima, duvido. Agora, a esticar as mudanças todas, com o Officer e numa descida tipo a da CREL quando sais do túnel para Loures, talvez.

(mas cuidado com o vento lateral, senão arriscas-te a dar com o corpinho lá em baixo, nas árvores)

Ok, assim até sou capaz de acreditar...

Cheguei a por um saxo 1.5D comercial a andar bem em condições semelhantes! lol lol

As minhas máquinas (e ex):
Kawasaki Versys 1000 / KTM 1290 Super Duke GT
Yamaha FZS 600 Fazer

[Imagem: censorship2.jpg]

Responder
#24

(08-11-2017 às 16:43)OFFICER Escreveu:  nem as 400cc do antigamente quanto mais estas agora  lol

Lá está, quando não se sabe do que escreve mais vale poupar teclado...
Responder
#25

(08-11-2017 às 17:10)quatropiscas Escreveu:  
(08-11-2017 às 16:45)michelfpinto Escreveu:  
(08-11-2017 às 16:43)OFFICER Escreveu:  Se a BN302 dá 180kmh com os mesmos 200kg, não estou a ver que seja grande problema. Quem compra uma 400cc não deve estar à espera que a mota dê velocidades por ai além, nem as 400cc do antigamente quanto mais estas agora  lol

Tenho algumas dúvidas dessa velocidade de ponta David, mas nunca tive oportunidade da a testar a sério para saber se chegava lá.

Com alguém do nosso tamanho em cima, duvido. Agora, a esticar as mudanças todas, com o Officer e numa descida tipo a da CREL quando sais do túnel para Loures, talvez.

(mas cuidado com o vento lateral, senão arriscas-te a dar com o corpinho lá em baixo, nas árvores)

Conseguia tocar nos 200kmh ai provavelmente lol

(08-11-2017 às 17:39)Rod Escreveu:  
(08-11-2017 às 16:43)OFFICER Escreveu:  nem as 400cc do antigamente quanto mais estas agora  lol

Lá está, quando não se sabe do que escreve mais vale poupar teclado...

Prova-me o contrário, é que até prova em contrário, nenhuma 400cc do antigamente dava mais de 200kmh, e isto sem sequer estar a descontar o enorme erro de ponteiro que tinham lol
Responder
#26

(08-11-2017 às 17:10)michelfpinto Escreveu:  Carlos, aqui a Benelli apenas quer chegar lá pelo apelo estético... Tudo o resto é irrelevante.

Mas é isso que me deixa apreensivo, neste rumo que o mercado motociclístico de hoje está a tomar cada vez mais. Interessa mais o que a moto parece e não tanto o que ela é! E este crescendo de motos de "faz de conta" dá que pensar. Ao que parece, o "travestismo" começa a não ser só nas (pseudo) desportivas de 125 / 250 / 300 actuais.

(08-11-2017 às 17:10)michelfpinto Escreveu:  usar a mesma base de motor para tudo, desde nakeds, "desportivas", custom, etc etc. No fundo uma estratégia que várias marcas usam.

Nada contra! Os tempos em que certas marcas se davam ao luxo de ter apenas um motor para um único modelo, já lá vai... E desde sempre, o compartilhamento de motorizações foi politica. Há que rentabilizar os custos que o desenvolvimento e produção de um motor tem.
Ainda que hajam tipos e arquitecturas de motor mais vocacionados a segmentos ou tipos de moto específicos.

(08-11-2017 às 17:10)michelfpinto Escreveu:  mas para a base de clientes destas marcas isso é pouco relevante. blink

A mesma relevância que tem andares de calças "Linform", polo "Ralpho Loris", casaco "Chevinhão", calçar ténis "Ardidas" e usar perfume "Armandi".
E não te esqueças de pegar no "Goophone", já agora, para pedires ao Luís o HJPêta emprestado!!! blink

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#27

(08-11-2017 às 17:46)OFFICER Escreveu:  Prova-me o contrário, é que até prova em contrário, nenhuma 400cc do antigamente dava mais de 200kmh, e isto sem sequer estar a descontar o enorme erro de ponteiro que tinham  lol

Não disse que passavam dos 200...mas não pode haver qualquer termo de comparação entre uma 400 "do antigamente" e uma de "hoje".

Preferia uma fzr400rr, b400, rc do antigamente a muitas 400,500,600 ou até mais de hoje.
Responder
#28

As 400 desportivas de finais de 80 e anos 90 iam buscar tudo às irmãs maiores, de 600cc.
Aliás, em muitos casos partilhavam mesmo tudo com elas, desde o quadro à ciclística, e apenas diferiam no bloco do motor e pouco mais. Basta comparar uma ZXR400, uma GSXR400, uma FZR400, etc., com as irmãs supersport (600) e tirar as devidas conclusões.
Nada têm que ver com o que temos actualmente a fazer-se passar pelo mesmo.

Aliás, a existência delas prendeu-se em países em que fiscalmente, elas compensavam. E isso também explica em PT terem tido uma existência e um sucesso ínfimo.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#29

(08-11-2017 às 17:58)Rod Escreveu:  
(08-11-2017 às 17:46)OFFICER Escreveu:  Prova-me o contrário, é que até prova em contrário, nenhuma 400cc do antigamente dava mais de 200kmh, e isto sem sequer estar a descontar o enorme erro de ponteiro que tinham  lol

Não disse que passavam dos 200...mas não pode haver qualquer termo de comparação entre uma 400 "do antigamente" e uma de "hoje".

Preferia uma fzr400rr, b400, rc do antigamente a muitas 400,500,600 ou até mais de hoje.

Pois mas eu estava a referir-me a velocidades mesmo que era o que tinha sido referido anteriormente.
Responder
#30

(08-11-2017 às 18:14)OFFICER Escreveu:  
(08-11-2017 às 17:58)Rod Escreveu:  
(08-11-2017 às 17:46)OFFICER Escreveu:  Prova-me o contrário, é que até prova em contrário, nenhuma 400cc do antigamente dava mais de 200kmh, e isto sem sequer estar a descontar o enorme erro de ponteiro que tinham  lol

Não disse que passavam dos 200...mas não pode haver qualquer termo de comparação entre uma 400 "do antigamente" e uma de "hoje".

Preferia uma fzr400rr, b400, rc do antigamente a muitas 400,500,600 ou até mais de hoje.

Pois mas eu estava a referir-me a velocidades mesmo que era o que tinha sido referido anteriormente.

Se mantivermos as bitolas de medidas iguais, por exemplo , a agulha dos velocimetros, o Caroço e o Nelson tem duas que picam os 220km/h.
Motas que tem uma estrutura e tudo semelhante as 400 de hoje em dia, mas claro, com um motor de verdade!

Se formos a falar em velocidades reais, homologadas e oficiais, com um bocado de sorte pode que vejas um desfase maior nos velocimetros das chinesas de hoje, que nas japonesas de há 20 anos atras!

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)