Bajaj Dominar 400 no mercado europeu
#1

A fabricante indiana Bajaj Auto, parceira da marca austríaca KTM no desenvolvimento de motas compactas, anuncia o lançamento da nova Dominar 400, uma naked com visual moderno e que desponta com a mecânica da linha 390 Duke.

[Imagem: peRkpsz.jpg]
Apresentada como conceito Pulsar CS 400, em 2014, a Dominar 400 é a grande aposta da Bajaj Auto para expandir seus produtos para o mercado europeu. A mota chega aos concessionários da marca no início de 2017 com preços de 136 mil rupias indianas (cerca de 1900 euros(?)) na versão STD e de 150 mil rupias indianas (cerca de 2150 euros(?)) na versão com travões ABS, nas cores azul, branco e vermelho.

Com uma proposta mais mansa que Duke 390, a Bajaj Dominar 400 vem equipada com motor monocilíndrico 373,3 cm³ com potência de 35 cavalos a 8.000 rpm e binário de 35 Nm (3,5 kgfm) a 6.500 rpm. A caixa é de seis velocidades.
[Imagem: fHoOtKB.jpg]

Em termos de desempenho, a velocidade máxima anunciada para Dominar 400 é de 148 km/h e a aceleração de 0 a 100 km/h acontece em 8,23 segundos. As rodas são de 17 polegadas, o peso em ordem de marcha é de 182 kg e o depósito de combustível é de 13 litros.
[Imagem: HB6UF1p.jpg]

Honda CX 400 '83 Eurosport
Responder
#2

Esta marca não me diz nada, mas esse modelo tem bom aspecto.

Com um preço baixo, é capaz de ter algum sucesso.

Falta saber se fiabilidade e qualidade de construção se aproximam da parceira KTM.
Responder
#3

O motor pode ser o mesmo, mas pelos filmes de "picanços" que já circulam na net ... não parece.

Tem bom aspeto. Considerando o segmento o Vindaloo já deve estar a afiar as ganfias para comprar uma. devil

Qualidade de construção o tempo e os vloggers o dirão (ou não). lol
Responder
#4

A KTM é propriedade da CROSS Industries AG e da própria Bajaj Auto Limited.

O motor é o mesmo mas foi-lhe reduzida a potência para melhorar a eficiência do consumo.
Responder
#5

A Bajaj é um colosso da industria motociclística nos países emergentes. E o facto é, tal como o Mag refere, detém uma parte significativa da KTM e Husqvarna. Tanto que a marca de origem sueca vai mesmo ser lançada no próximo ano na India.
Alguns modelos de baixa cilindrada da austríaca KTM são inclusiva e actualmente já fabricados nas unidades de produção da Bajaj, na India.

A Bajaj está para a KTM/Husqvarna um pouco como a Qiang Jiang (chinesa) está para a Benelli (italiana).

Até mesmo a BMW neste momento mantém a todo o gás a joint-venture com a TVS, também indiana, para produzir lá os modelos de 310cc da serie G (G310R / G310GS).
Igualmente temos Harley-Davidson a saírem das linhas de produção de fábricas na Índia.

Muitas vezes estes gigantes industriais destes países (especialmente Índia e China) são a tábua de salvação de muitas das marcas quer conhecemos. Não só nas motos, como nos automóveis.

Não se espantem por isso da tentativa cada vez maior de penetrar e estabelecerem-se também nos países ocidentais, e que dentro uma década a maior parte das marcas de motos em comercialização tenham origem especialmente neste dois países emergentes.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#6

(22-12-2016 às 15:59)MagJet Escreveu:  A mota chega aos concessionários da marca no início de 2017 com preços de 136 mil rupias indianas (cerca de 1900 euros(?)) na versão STD e de 150 mil rupias indianas (cerca de 2150 euros(?)) na versão com travões ABS, nas cores azul, branco e vermelho.

Na Europa, derivado à implementação da Norma Euro4 para as motos, já em vigor desde início deste ano, a partir de 01/01/2017, todas os novos modelos homologados, têm de trazer obrigatoriamente ABS de serie.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#7

(26-12-2016 às 16:08)carlos-kb Escreveu:  
(22-12-2016 às 15:59)MagJet Escreveu:  A mota chega aos concessionários da marca no início de 2017 com preços de 136 mil rupias indianas (cerca de 1900 euros(?)) na versão STD e de 150 mil rupias indianas (cerca de 2150 euros(?)) na versão com travões ABS, nas cores azul, branco e vermelho.

Na Europa, derivado à implementação da Norma Euro4 para as motos, já em vigor desde início deste ano, a partir de 01/01/2017, todas os novos modelos homologados, têm de trazer obrigatoriamente ABS de serie.

A notícia de origem era do Brasil, o lapso deve vir daí. thumbsup

Honda CX 400 '83 Eurosport
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)