Até Já Zé Pedro!
#1

Músico, fundador dos Xutos, Cavalheiro do Rock... chamem-lhe o que quiserem mas é, foi e sempre será uma figura incontornável da música portuguesa e do rock que influenciou várias gerações. Viveu à sua maneira... foi o homem do leme da sua vida... e deixou-nos a todos com gritos mudos.

[Imagem: 306834_487428587992552_7979233_n_0_0_0_0.jpg]

Um grande bem haja e um até já!

Responder
#2

Katano.... sad

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#3



nice
Responder
#4

Partilho aqui um texto que espontâneamente publiquei no mural do meu 'livro das caras ':

PublicaçãoFoto/vídeo

Vídeo em diretoEvento da vida

[Imagem: 13133116_10154148951605789_6599483825623...e=5A984EB9]
Em que estás a pensar?

[*][size=undefined]Publ[/size]





  1. Luis Salgueiro4 h · Foi meu colega no Liceu D.Dinis e lembro-me dele ainda 'chavalo' com um blusão de ganga a tresandar a patchouly e com Lps debaixo do braço. Estive no local e no dia em que os Xutos & Pontapés pela 1ª vez subiram a um palco e deram o 1ª concerto. Foi nos 'Alunos da Apolo' na comemoração dos 25 Anos do Rock'n'Roll . Foi uma tarde histórica a vários níveis. Reencontrei-o 'cara a cara' uma noite há meia dúzia de anos atrás no Cais do Sodré na discoteca Music Box e trocámos uns bitates de conversa relembrando essas épocas . Demos uma gargalhada e fizemos um 'Cheers' com os copos de cerveja . Fazes falta .
Responder
#5

Com muita pena minha não fui ao concerto que deram no início deste mês.

Quer dizer... mais ou menos... porque um amigo meu foi e contou-me que por um lado foi bom vê-los atuar, mas o Zé Pedro já estava em autêntico sofrimento, quase nem se conseguia levantar nem trocar de guitarra... acabou por ser uma versão quase acústica.

Enfim, prefiro recordar aqueles concertos deles (com ele) a que tive oportunidade de assistir, e que NUNCA dececionaram.

Dizem que dos artistas, devemos despedir-nos com palmas, por isso aqui fica... clap clap clap clap clap clap
Responder
#6

No último Rock in Rio a que fui e em que eles tocaram (antes do Bruce Springsteen) , dirigi-me para uma roulote e fui beber umas bejecas , 'cagando-me' para a actuação da banda . Conheci-os a tocar ainda 'chavalecos' (tal como eu era na altura ) e acho que a banda já devia de ter saído de cena há uns anos . A criatividade esgotara-se já 'há bué ' . Espero que agora 'fechem a loja' de vez . Seria mau demais arranjarem outro baixista e continuarem 'a arrastar-se'  .
Responder
#7

Os Xutos devem ser a banda que mais vezes vi ao vivo.
Mas do Zé recordo acima de tudo as noites de sábado no Johnny Guitar, em que ele, como dono deste que era o mais mítico bar de rock na capital,   ocupava o lugar principal na pequena cabine de som e nos dava uma sonora noite entre copos, slam e mosh, com o que de melhor havia na senda hard n' heavy da época.

Definitivamente vamos sentir a tua falta Zé.

Até um dia...

(01-12-2017 às 00:13)LWillow Escreveu:  Seria mau demais arranjarem outro baixista

LWillow... O Zé Pedro era um dos guitarristas, juntamente com o Cabeleira. O baixista dos Xutos é o Tim, também vocalista.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#8

Dos melhores concertos que vi: 25 anos dos Xutos na meo arena, já há muitos anos tinha eu 15/16 anos...

Perdemos uma figura incontornável do nosso Rock...sad
Responder
#9

Boas;
Não sei bem o que escrever, apenas que sinto uma tristeza enorme.
Responder
#10

(01-12-2017 às 00:13)LWillow Escreveu:  Seria mau demais arranjarem outro baixista e continuarem 'a arrastar-se'  .

Perder um guitarrista como o Zé Pedro já é mau... se aliado a isso perdermos também uma banda como os Xutos... não sei se não será pior.

(01-12-2017 às 01:56)Velasquez87 Escreveu:  Dos melhores concertos que vi: 25 anos dos Xutos na meo arena, já há muitos anos tinha eu 15/16 anos...

10 anos depois eu próprio assisti ao concerto dos 35 anos, no mesmo local. E como se pode constatar pelo vídeo abaixo, acho que a banda estava longe de se andar a arrastar. Na minha humilde opinião sempre se souberam reinventar, manter ativos, e sobretudo sempre souberam dar espetáculo. Mas gostos e opiniões, sobretudo no que diz respeito a música não se discutem. Sobretudo numa altura como esta, em que a perda - isso sim - é inegável.

Aqui fica mais um "clássico" para recordar:

Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)