Votação: Qual a melhor? -
1992 Honda CBR900RR
11.76%
2
11.76%
1994 Ducati 916
11.76%
2
11.76%
1994 Honda VFR750F
5.88%
1
5.88%
1994 Honda VFR750F
0%
0
0%
1997 Triumph Speed Triple
11.76%
2
11.76%
1998 Aprilia RSV Mille
17.65%
3
17.65%
1998 Yamaha YZF-R1
17.65%
3
17.65%
1999 Suzuki SV650
5.88%
1
5.88%
1999 Suzuki GSX1300R Hayabusa
11.76%
2
11.76%
1999 Yamaha YZF-R6
5.88%
1
5.88%
* Você votou por este item. Exibir Resultados


As Melhores Desportivas dos 90's
#31

VMassa não seja por isso, mete-se a mota no redline, não sabes em que mudança vai lol
Responder
#32

A cb500 também dá 200, é desportiva? bigsmile

[Imagem: RwtqB8G.gif]
Responder
#33

(14-12-2016 às 12:20)Diogo.fps Escreveu:  A cb500 também dá 200, é desportiva?  bigsmile

Pelo menos houve a versão S da CB500.... CB500S (de Sport). blink lol


[Imagem: Honda%20CB%20500S%2098.jpg]

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#34

(14-12-2016 às 13:43)carlos-kb Escreveu:  
(14-12-2016 às 12:20)Diogo.fps Escreveu:  A cb500 também dá 200, é desportiva?  bigsmile

Pelo menos houve a versão S da CB500.... CB500S (de Sport). blink  lol


[Imagem: Honda%20CB%20500S%2098.jpg]

Se eu tivesse dinheiro e uma garagem, uma destas estaria seguramente na minha garagem!

Suzuki SV1000S '04  cool
Responder
#35

Nunca conduzi uma CB, mas não consigo perceber o fascínio pela mota...
Responder
#36

Não se venderam muitas CB500S por cá. O pessoal preferiu sempre a versão naked. Curiosamente aconteceu o mesmo com a Hornet 600. Contam-se pelos dedos e uma mão as Hornet S que vi por aí!

[Imagem: Honda%20CB600S%20Hornet%20%20%201.jpg]

Ao contrário da Yamaha, por exemplo, em que se viam Diversion's e Fazer's (as semi carenadas, portanto) e com fartura, em detrimento das suas congéneres XJ600N e FZ6.

O Lone teve (ou ainda tem) uma 500S. E todos os dias a caminho do trabalho me cruzo com outra 500S, em sentido contrário, mais ou menos à mesma hora.

Curiosamente ontem descobri isto.... Honda Xelvis250. Uma 250 V2 com o motor da VT/VTR250 e quadro, ciclística, jantes, depósito e frontal da CB500/S. smile

[Imagem: hfO14TW.jpg]

edit: Se bem que aquele V2 é no fundo um L-twin.... Ó Pires, anda cá dar-me na "cabeça"! lol

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#37

(14-12-2016 às 15:46)michelfpinto Escreveu:  Nunca conduzi uma CB, mas não consigo perceber o fascínio pela mota...

Michel.... Não a podes ver à luz dos nossos dias... tens de enquadrar a CB500 num tempo próprio e com a concorrência directa que havia, para poderes entender porque foi um sucesso de vendas.

Apresentada em finais de 1993 e lançada no mercado em 1994, com um novo e moderno motor para a época (DOHC LC 4 valvulas por cilindro e com veio de equilíbrio), que se veio a revelar dos melhores e mais robustos motores de sempre na historia do motociclismo. Inspirada esteticamente na sua irmã Big One, era uma média cilindrada all-rounder apta a tudo, com potência q.b., prestações interessantes, uma polivalência e fiabilidade a toda a prova e um preço muito acessível (custava 1050 contos.... ou sejam, 5250 euros).
A Honda deu-se ao luxo de durante mais de uma década fabricar aquele motor twin em linha em exclusivo para um só modelo (algo quase impensável nos dias de hoje, em que os motores são partilhados por vários modelos da gama). E só em pleno sec. XXI ainda o adaptou a um novo modelo, a CBF500.

Na CB500 não havia nada que fosse excepcional, mas no geral ela era boa em tudo, tendo em conta o segmento aonde se inseria. E foi a escola de muitos que para aqui andam já há uns anitos valentes.... daí esse fascínio que falas.

No Brasil ainda se fabricaram e venderam novas, até há bem pouco tempo atrás.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#38

(14-12-2016 às 16:11)carlos-kb Escreveu:  
(14-12-2016 às 15:46)michelfpinto Escreveu:  Nunca conduzi uma CB, mas não consigo perceber o fascínio pela mota...

Michel.... Não a podes ver à luz dos nossos dias... tens de enquadrar a CB500 num tempo próprio e com a concorrência directa que havia, para poderes entender porque foi um sucesso de vendas.

Apresentada em finais de 1993 e lançada no mercado em 1994, com um novo e moderno motor para a época (DOHC LC 4 valvulas por cilindro e com veio de equilíbrio), que se veio a revelar dos melhores e mais robustos motores de sempre na historia do motociclismo. Inspirada esteticamente na sua irmã Big One, era uma média cilindrada all-rounder apta a tudo, com potência q.b., prestações interessantes, uma polivalência e fiabilidade a toda a prova e um preço muito acessível (custava 1050 contos.... ou sejam, 5250 euros).
A Honda deu-se ao luxo de durante mais de uma década fabricar aquele motor twin em linha em exclusivo para um só modelo (algo quase impensável nos dias de hoje, em que os motores são partilhados por vários modelos da gama). E só em pleno sec. XXI ainda o adaptou a um novo modelo, a CBF500.

Na CB500 não havia nada que fosse excepcional, mas no geral ela era boa em tudo, tendo em conta o segmento aonde se inseria. E foi a escola de muitos que para aqui andam já há uns anitos valentes.... daí esse fascínio que falas.

No Brasil ainda se fabricaram e venderam novas, até há bem pouco tempo atrás.

Carlos eu percebo o porquê de ter tido sucesso na altura mas não percebo o que continua a fascinar tanto as pessoas hoje... Uma coisas seria o saudosismo de quem a teve na altura, outra é ainda hoje sentirem isso.

As minhas máquinas (e ex):
Kawasaki Versys 1000 / KTM 1290 Super Duke GT
Yamaha FZS 600 Fazer

[Imagem: censorship2.jpg]

Responder
#39

(14-12-2016 às 15:46)michelfpinto Escreveu:  Nunca conduzi uma CB, mas não consigo perceber o fascínio pela mota...

Tens a resposta na tua própria afirmação! thumbsup

Suzuki SV1000S '04  cool
Responder
#40

(14-12-2016 às 16:45)VMassa Escreveu:  
(14-12-2016 às 15:46)michelfpinto Escreveu:  Nunca conduzi uma CB, mas não consigo perceber o fascínio pela mota...

Tens a resposta na tua própria afirmação! thumbsup

Até podes ter razão, mas não vejo nada na mota que a faça assim tão especial. É uma mota competente e tem todas as virtudes que o Carlos referiu, mas não tem nada realmente marcante para a tornar especial.

A única explicação que vejo será o "carinho" de quem teve a mota como primeira mota, e mesmo não sendo uma coisa louca foi a sua escola.

As minhas máquinas (e ex):
Kawasaki Versys 1000 / KTM 1290 Super Duke GT
Yamaha FZS 600 Fazer

[Imagem: censorship2.jpg]

Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)