Afinação de válvulas - alguém tem dicas?
#1

É exactamente o que o título do tópico diz. Alguém tem dicas sobre a afinação de válvulas? Estava a pensar fazer eu próprio.
Já vi vários vídeos no YouTube (específicos para a minha moto) mas nada como contar com dicas que vêm da prática e experiência de cada um.
Por isso, se alguém quiser ou puder ajudar eu agradeço.
Obrigado
Responder
#2

Nuno pá!

A mota faz tic tic tic a trabalhar ao relenti, principalmente a frio?

Quantos km tem o animal?

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#3

Sinceramente acho que é o tipo de de manutenção que é preferível ser feito por um mecânico com experiência. Nunca fiz nem tenho intenção de fazer, por isso não consigo ajudar.

As minhas máquinas (e ex):
Kawasaki Versys 1000 / KTM 1290 Super Duke GT
Yamaha FZS 600 Fazer

[Imagem: censorship2.jpg]

Responder
#4

(13-03-2018 às 13:43)Pianoman Escreveu:  É exactamente o que o título do tópico diz. Alguém tem dicas sobre a afinação de válvulas? Estava a pensar fazer eu próprio.
Já vi vários vídeos no YouTube (específicos para a minha moto) mas nada como contar com dicas que vêm da prática e experiência de cada um.
Por isso, se alguém quiser ou puder ajudar eu agradeço.
Obrigado

Afinar válvulas requer alguma experiência e sensibilidade, especialmente para verificar as folgas (com o respectivo "apalpa folgas") e aplicar a pastilha respectiva.

Coincidentemente, há menos de uma semana, encontrei um antigo mecânico com quem trabalhei, ainda nos anos 90, num extinto concessionário Honda em Alverca. Não o via há já vários anos, e com ele fiquei uns largos minutos à conversa falando das nossas famílias, rumos de vida e claro... motos. Acabei a saber que ele tinha deixado de exercer profissionalmente mecânica de motos, para se dedicar à manutenção aeronáutica, mas que por hobbie e carolice, ainda mantinha a velha oficina aonde ocupava os tempos livres, à porta fechada, a cuidar das duas rodas dele e de alguns amigos. Lá combinei passar num dos próximos sábados, e no meio de tudo, disse-lhe que a Pégasus teria de na próxima revisão (48 mil km), afinar válvulas.... e a resposta dele foi pronta:

«- Não mexas! Essa quilometragem é baixa, para precisar já de afinar válvulas. Tens o trabalho de desmontar, aquilo está praticamente igual e as folgas são ínfimas. Isso é bom é para os stands cobrarem mão de obra e não fazerem rigorosamente nada.»

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#5

Se não faz barulhos.... Larga isso....

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder
#6

(13-03-2018 às 13:49)LoneRider Escreveu:  Nuno pá!

A mota faz tic tic tic a trabalhar ao relenti, principalmente a frio?

Quantos km tem o animal?

esses tic tic tic são o sintoma de necessidade de afinar válvulas?

tanto a minha Kawasaki como a triumph fazem esse tic tic tic a frio
Responder
#7

(13-03-2018 às 14:43)2low Escreveu:  
(13-03-2018 às 13:49)LoneRider Escreveu:  Nuno pá!

A mota faz tic tic tic a trabalhar ao relenti, principalmente a frio?

Quantos km tem o animal?

esses tic tic tic são o sintoma de necessidade de afinar válvulas?

tanto a minha Kawasaki como a triumph fazem esse tic tic tic a frio

O tic tic tic pode ser um síntoma, como pode ser custar arrancar a frio, como pode ser que ela de um momento para o o outro comece a cagar pelo escape o que resta das válvulas, segmentos e pistão.
Convém não deixar chegar a esta última, porque se trata de uma falha crítica e catastrófica.

Existem vários tic tic tic que podem querer indicar dói dói. Os mais importantes são nas válvulas e do tensor da corrente de distribuição, que são notórios a frio e inicialmente tendem a desaparecer à medida que o motor aquece.
Existem motores mais sensíveis e outros nem tanto.
O número de km é importante porque a mais km, maior desgaste e teoricamente mais necessidade de intervenção.
Tenho na garagem uma mota que ainda tem as pastilhas de origem mas, por exemplo, já levou duas correntes de distribuição e dois tensores.

Cuidado que, se mesmo depois de afinar as válvulas o tic tic tic persistir, convém desligar o pisca para que o relé correspondente se cale!

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#8

Tic tic tic é sinal de válvulas com folga, o que não é o pior porque só perdes cavalos. O pior é quando não ouves nada e elas estão apertadas e pode encostar no pistão.
Depois para ajustar as válvulas, há tipos e tipos. Se for de pastilhas custa mais um pouco por causa da MO e das pastilhas. Se for estilo rocker arm, é só ajustar os parafusos e feito. Tendo em atenção que a perícia do mecânica nestas coisas, está em sentir a folga das válvulas. Conta muito a experiência de uma mecânico neste tipo de coisas, apesar de não ser ciência aeroespacial blink
Responder
#9

Já eu tenho opinião diametralmente oposta, sobre substituição de calços de válvulas.

A opinião do meu mecânico é que enquanto as pastilhas forem novas, o mais provável é haver pouco desgaste e aguentar-se um pouco para além das verificações que aparecem nos intervalos da marca.

Mas assim que houver um par delas com mais desgaste ou a caminhar para os limites da tolerância, a desafinação escala em poucos milhares de km podendo levar a outro género de problemas menos diagnosticáveis.

Na Z, a primeira vez respeitei. A segunda estiquei 20mil km. (+coisa menos coisa) e agora a próxima só quando ouvir que algo esteja menos bem.

Comprando uma mota nova, faria exactamente o mesmo. Gosto de estar à vontade para caso a minha esposa esteja a ter um filho no Algarve ou em Braga poder em regime de marcha de urgência (4 piscas e a buzinar) poder enrolar 6ª a fundo em AE de abastecimento em abastecimento.

Mas este é um conselho perigoso, os motores são todos diferentes, têm sequências de explosão diferentes, utilizações diferentes etc.


Responder
#10

A mota tem 55.000km e faz o tic tic...
Só não percebi uma coisa: pastilhas?
Então aquilo não é só desapertar a contra-porca e regular no parafuso?

Foi o que vi nos vídeos...
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)