Acidente Vila do Conde
#21

Nunca tive uma pcx, por isso nunca senti a necessidade da evolução natural para a mt. Já tive máquinas do caralho. Mas mesmo que não as tivesse, continuo a não compreender a dúvida: quem é que, no seu perfeito juízo, não destruiria uma cbr?
Responder
#22

(25-05-2020 às 14:56)dmanteigas Escreveu:  ... a serra de de Montemuro...

Conheco e recomendo estas curvas... Para além da gastronomia envolvente ser excelente...

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder
#23

(26-05-2020 às 10:05)gonzas Escreveu:  Nunca tive uma pcx, por isso nunca senti a necessidade da evolução natural para a mt. Já tive máquinas do caralho. Mas mesmo que não as tivesse, continuo a não compreender a dúvida: quem é que, no seu perfeito juízo, não destruiria uma cbr?

Talvez seja por isso é que ainda existem muitas CBR a circular por aí!

Muitos daqui já descreveram o Motociclismo como um sentimento algo insano...

Talvez seja precisamente pelo uso exagerado de motos com os defeitos que tinham as CBR. O que justifica o Motociclismo fofinho dos dias de hoje, prolifere à medida de que estas motos sejam menos visíveis.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#24

Escolher uma CBR é o mesmo que estando o mundo cheio de mulheres, um gajo escolher meter a pila numa galinha.
Responder
#25

(25-05-2020 às 23:37)gonzas Escreveu:  Eu, se tivesse uma CBR, também a destruiria.

Tive duas.
Uma só 6 meses (96), destruí-a com 7000kms contra uma 4L, só restei eu para contar a história, já que a velhota disse que não tinha visto ninguém.
Como gostava da mota, comprei a seguinte (97)e ainda a tive durante 7 anos.

Ex: GS 500 E de 92
     Cbr 600 F de 96
     Cbr 600 F de 97
     RM 250 de 95
     YZ 450 F de 2004
     SX 250 de 2004
Responder
#26

(26-05-2020 às 11:38)21papaleguas Escreveu:  
(25-05-2020 às 23:37)gonzas Escreveu:  Eu, se tivesse uma CBR, também a destruiria.

Tive duas.
Uma só 6 meses (96), destruí-a com 7000kms contra uma 4L, só restei eu para contar a história, já que a velhota disse que não tinha visto ninguém.
Como gostava da mota, comprei a seguinte (97)e ainda a tive durante 7 anos.

Prontos pá!
Se destruirte uma CBR és um gajo atinadinho!

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#27

Nao gostar da cbr, é compreensivel, agora negar o impacto que elas tiveram nos anos 90 é negar a historia. Tanto o modelo F das 600 como a 900 e até a 1000 que era mais uma sports tours. Grandes maquinas para o seu tempo, goste se ou nao.
Responder
#28

Esses gajos nasceram todos depois disso! :_:
Responder
#29

(26-05-2020 às 12:19)Nfilipe Escreveu:  Nao gostar da cbr, é compreensivel, agora negar o impacto que elas tiveram nos anos 90 é negar a historia. Tanto o modelo F das 600 como a 900 e até a 1000 que era mais uma sports tours. Grandes maquinas para o seu tempo, goste se ou nao.

Não nego o impacto que tiveram, mas gostava que tivessem havido mais.
Responder
#30

já tive cbr 125 tambem serve como cbr?

antes cbr600f4i deixou sõdades
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)