Acidente - FZS600 , 29 Nov
#31

O material que tinha no acidente pus logo na participação.
Eles ainda não fizeram um orçamento certo, ainda tenho que esperar por isso e ver se compensa, mas preferia ficar com a mota a ter que comprar outra. Sempre posso pedir a opinião do meu mecânico ou por noutra oficina como já falaram aqui, mas para já vou esperar pelo veredicto.. E entretanto vou vendo o mercado de usados, just in case

[Imagem: RwtqB8G.gif]
Responder
#32

Diogo.fps.....
A mandar motos pra sucata desde não sei quando! lol



Eu acho que este slogan tem bué charme!

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#33

Chegou hoje a carta do seguro.

O custo de reparação (que já me tinham dito na Motor7) era de 4300€, e portanto vai para perda total. Avaliaram a mota em 1500€.

A que ponto este valor é negociável?

A mota não vale só isso. Por acaso apareceu agora no custojusto por 1650€, mas geralmente nunca na vida compraria uma por esse valor. Além de ter lá as barras da top case montadas que devem ser +-100€ e que disseram que me iam pagar junto com a mota, ou seja, estão a dar-lhe um valor de 1400€.
Tenho essa opção, ou pagarem 1100 e pouco e ficar com o salvado por 300 e pouco.

Há a possibilidade de, em vez de aceitar o dinheiro, pesquisar por um usado do mesmo ano/km e pedir-lhes o valor dele?
Está uma Fazer de 1999 (a minha é de 98) com 27000km (a minha tinha 60k), pintura original vermelha (igual), suporte da top case (igual) e com alarme (tal como a minha) por 2450€

[Imagem: RwtqB8G.gif]
Responder
#34

Poderás sempre reclamar esse valor. Podes pedir que te mostrem em que se baseiam para obter esse valor. O mercado de usados nunca será, que no nosso país é altamente sobrevalorizado.

Provavelmente será mesmo pela tabela eurotax, onde é verificado pelo preço em novo e contabilizado a desvalorização mediante o ano da mota e os km's que tinha.
Responder
#35

Eu se fosse a ti, enquanto reclamas o valor que eles estão a querer dar, começava a me informar se conseguia tirar mais de 300€ do salvado. Com uma diferença tão grande está fora de questão ficar com o salvado para este ser arranjado, se o custo é superior a 4.000€ não estou a ver ninguém a te arranjar a moto pelos 1.100€ que eles te dão, mas se te derem 1.100€ e tu conseguires tirar 600€ do salvado, já compensa a ficar com os 1.500€ iniciais, agora convém é ter a certeza do valor que consegues tirar do salvado antes de ficar com ele, para depois não ficares com dois problemas lol

E o valor do equipamento, capacete, etc?
Responder
#36

Vou reclamar, sim.

Dela ainda se aproveita a carenagem traseira, frontal, motor, espelhos, piscas, suspensão e roda da frente, etc. Basicamente estragou-se a roda de trás e o que está ligado a ela só, que foi o ponto de impacto.
Acho que isso valia mais que os 300€, só tinha o inconveniente de ter que ficar na garagem parada enquanto tentava vender às peças, ou ia aproveitando uma coisa ou outra para a minha próxima Fazer. Seja como for, pedir não custa, e vou tentar chegar aos 2000€ com ela, baseado no preço dos usados.

O valor do equipamento já está acordado, estou só à espera que mo paguem. Com sorte, vão pagar-me os dias que não trabalhei também (disse um rapaz do seguro do culpado), porque ia de mota para o trabalho e fiquei sem transporte. Estou a ver como fazer isso, porque não sou condutor habitual da mota, está em nome do meu padrinho.

Entretanto já se passaram 3 semanas, vou ter que tirar a carta A (porque arranjar outra destas a 25kw é mentira), pagar mais 100€ e esperar mais 2 meses pela licença de aprendizagem.
Mais o tempo perdido com isto, a ver motas usadas e afins, e o tempo que vou ficar sem veículo e condicionado.

Tivesse eu dinheiro e facilidade e ainda ia com isto para tribunal para ser indemnizado como deve ser. Estas coisas frustram-me, tinha uma mota em condições e, sem ter culpa, isto pôs-me cheio de custos, trabalho e limitações. Não sei se me faço entender mas são coisas que não posso pedir que me paguem mas que estão directamente relacionadas com o acidente e que nunca teriam acontecido sem ele.
E pensar que a mulher ainda achava que não era culpada, e a vidinha dela continuou sem (tantos) problemas nem 1 mossa no carro censored

[Imagem: RwtqB8G.gif]
Responder
#37

Infelizmente acidentes só servem para se perder tempo, ter chatices e por vezes recordações para o resto da vida, mesmo quando são pequenos...

Não acredito que te dêem muito mais pela mota. Infelizmente o pessoal a vender usado pensa que tem ouro, quando na realidade já não valem o que pedem. A que falas que está por 2450€ está super valorizada. A pagar bem vale 2000€. É uma mota com mais de 17 anos. No entanto espero que consigas mais pela tua, de forma a que te ajude a comprar outra. Pelo menos nesta altura terás preços mais baixos, se fosse no verão então ainda era pior.
Responder
#38

Diogo.... o valor de mercado é uma coisa.... o valor venal (no qual as seguradoras se baseiam para efeitos de indemnização de salvados) é outro, e bem menor que o primeiro. Por isso não te podes basear num para aferires o outro.

Existem tabelas nas quais as seguradoras se baseiam, e é nisso que eles se sustentam para o cálculo do valor a atribuir pelo veiculo.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#39

Fogo, como é que a reparação está avaliada com um valor tão alto? Nas fotos quase parece que dava para meter a mota de pé e continuar como se nada fosse só com alguns riscos.. O_O
Responder
#40

(23-12-2016 às 18:02)MrOverclock Escreveu:  Fogo, como é que a reparação está avaliada com um valor tão alto? Nas fotos quase parece que dava para meter a mota de pé e continuar como se nada fosse só com alguns riscos.. O_O

foi o que já tinha dito, e continuo a achar muito estranho. só se danificou quadro, porque pela descrição, não parece ter sido nada de especial. confused
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)