Acidente e tomada de consciencia para um perigo cada vez mais frequente
#1

Há já algum tempo que não vinha aqui mas aproveito o meu regresso para alertar para um perigo cada vez mais comum nas nossas estradas. Os JAVALIS!

No dia 1 de fevereiro, 21h, vinha eu de carro no IP3 em Tondela (terra do Hjjs) quando esbarro com uma surpresa no meio da estrada.
Tinha baixado os máximos para cruzar com outro carro e como vinha nas calmas, mantive-me com os médios apesar do tempo chuvoso. O embate foi inevitável! Quando vi o Javali, não tive tempo para travar ou desviar, nada... embate em cheio.

Depois de parar, constatei que tinham sido dois. Mãe e filho... sad

O carro ficou uma desgraça! Para quem ia dentro do carro, foi pacífico apesar do aparato dos airbags.



O acidente foi numa zona com casas dos dois lados da estrada e vedação. Nada fazia prever os animais naquele sítio (entre as duas saídas para Tondela - sentido Norte-Sul).

Moral da história, se fosse de mota... nem quero pensar. Uma coisa é certa, já não conduzo à noite sem sentir receio de voltar a encontrar um animal desses no meio da estrada.

Alerto assim para esse perigo que em caso de embate de mota pode ser fatal.

Geralmente pratico condução defensiva. Nunca tive um acidente e era algo que nunca esperaria que me acontecesse. Nas estradas municipais e nacionais aqui da zona sempre conduzi mais ou menos alertado para esse perigo. Num IP e numa zona residencial, não esperava nada.

Foi como se por magia aparecesse o Javali na frente do carro.

Mais uma lição para a vida! pervert

Boas curvas! 
Responder
#2

PERNIL DE JAVALI ASSADO NO FORNO



INGREDIENTES
  • 1 peça de pernil de javali de aproximadamente 3 kg
  • 1 cabeça de cebola
  • 1 cabeça de alho
  • 1 taça de vinho tinto
  • 3 limões
  • sal
 MODO DE PREPARO
  1. Lave o pernil com o suco dos 3 limões e deixe descansar por 1 hora.
  2. Bata a cebola, o alho e sal a gosto no liquidificador.
  3. Passe o creme no pernil.
  4. Faça furos com uma faça e introduza o tempero no interior da carne.
  5. Coloque em uma travessa, enrole com filme plástico e deixe descansar na geladeira por 48 horas.
  6. Coloque o pernil numa forma para assar, enrolado em papel alumínio por 2 horas a 180°C.
  7. Após 2 horas, retire o papel alumínio e 80% do caldo presente na forma.
  8. Regue com vinho e coloque para dourar a temperatura máxima.
Responder
#3

Fz acho que existem situacoes para brincar mas nao acho que seja este o caso. O rapaz esta a alertar para um perigo real que se fosse na mota podia ser fatal. Nao me parece conteudo susceptivel de piadas.
Responder
#4

(21-03-2020 às 02:44)Nfilipe Escreveu:  Fz acho que existem situacoes para brincar mas nao acho que seja este o caso. O rapaz esta a alertar para um perigo real que se fosse na mota podia ser fatal. Nao me parece conteudo susceptivel de piadas.

Peço imensa desculpa, não era minha intenção ofender, normalmente é uma receita que agrada a todos, bastante consensual.
Fica então outra alternativa, que pessoalmente aprecio menos.


Javali Estufado


Ingredientes (8 pessoas)
1 kg de javali
sal
pimenta
1 cabeça de alhos
2 colheres de sopa de colorau
2,5 dl de vinho branco
4 cebolas
1 dl de azeite
50 g de margarina Vaqueiro
1 colher de sopa de banha
80 g de bacon
7 folhas de louro
1 cálice de conhaque
Preparação

Corte o javali em bocados e tempere com sal, pimenta, meia cabeça de alhos, descascados e esmagados, o colorau e o vinho branco.
Misture bem a carne com todos os temperos, tape o recipiente e coloque-o no frigorífico durante 2 a 3 dias. Durante esse tempo dê uma volta à carne de vez em quando.
Descasque as cebolas e os restantes dentes de alho e corte tudo em rodelas finas.
Num tacho grande de barro ou com o fundo espesso, leve a refogar as cebolas e os alhos com o azeite, a margarina Vaqueiro e a banha. Junte obacon cortado em bocadinhos e o louro e deixe alourar tudo sobre lume brando.
Escorra o javali da marinada e deite-o no tacho. Deixe a carne alourar de todos os lados. Regue com o conhaque e um pouco da marinada. Tape o tacho e deixe estufar sobre lume muito brando. Vá acrescentando uns pingos de água quente de vez em quando para a carne não secar demasiado.
Acompanhe com arroz solto de ervilhas e cenouras e fatias finas de broa, fritas em óleo Vaqueiro.
Responder
#5

Bela merda pá... ficaste com o carro feito num oito! what
Ainda bem que todos estão bem. thumbsup

(21-03-2020 às 01:14)nunomsp Escreveu:  O acidente foi numa zona com casas dos dois lados da estrada e vedação. Nada fazia prever os animais naquele sítio (entre as duas saídas para Tondela - sentido Norte-Sul).

O problema é que com a desflorestação por via dos incêndios e afins, este tipo de situação tende a ocorrer com mais frequência, porque os animais aproximam-se de zonas mais movimentadas em busca de alimento... e o resultado pode ser este.

(21-03-2020 às 01:14)nunomsp Escreveu:  Foi como se por magia aparecesse o Javali na frente do carro.

Nuno, a grande dúvida que me ocorre no meio disto tudo é... ficaste com os javalis e cozinhaste-os ou não? bigsmile


Fz: se abrires votação o meu voto vai para o javali assado no forno.
Responder
#6

Esta situações vão tornar-se cada vez mais frequentes com a desertificação do interior e o abandono de terras anteriormente agricultadas. Não têm predadores naturais e as populações estão a expandir-se territorialmente e em número a grande velocidade.

https://www.jn.pt/nacional/praga-de-java...38733.html

[Imagem: images?q=tbn:ANd9GcSBKDKs6yFSsA6jXIrK7LO...Fbu3pya-zl]
Responder
#7

Nuno pá!

Primeiro fico contente que só há a lamentar danos materiais.

Depois, se não houver sinalização que avise para a presença destes animais, podes reunir provas para a reclamação às autoridades competentes (convém ter um auto da polícia).

Se fosse de mota estaríamos a lamentar algo mais que os danos do veículo, mas infelizmente é algo que pode acontecer.
Só é mais um risco que temos que saber assumir.

Eu já tive encontros desses com a mota e não foi nada pacífico...

Mas sim, a carne de javali também é muito boa na cassoila e entendo a atitude do FZ em querer retirar seriedade ao assunto. Que se lhe aplique o filtro correspondente e que se entenda que dentro do sério que pode ser, a carne é do melhor que se pode comer.

Ja agora, para aqueles que não sabem, é mais provável encontrar estes animais a fazer este tipo de brincadeiras (travessias da via pública) às horas que correspondem ao anoitecer e amanhecer simplesmente porque passam mais inadvertidos (os olhos dos predadores).
Responder
#8

Se eu atropelei um cão de caça mas porte médio e me fodi, imagino um gajo desse tamanho.
Segundo falei com um amigo.l meu da GNR este tipo de situação até é comum aqui na minha zona.
De qualquer maneira, o que importa é que estejam bem.

Enviado do meu SM-G935F através do Tapatalk

Your opinion?! Shit i don't give a fuck
Responder
#9

boas e ainda bem que os danos foram só materiais, porque a vida é mais importante

isso para mim era comum quando vivia no interior de portugal por sorte a unica vez que aconteceu com um javalia foi numa ambulancia quando estava a fazer serviço nos bombeiros , de moto apanhei uma vez um dos maiores cagaços da minha vida quando depois de fazer uma curva a abrir me depararar com um rebanho de ovelhas a atravessar a estrada , , nada mais foi do que rebolar mum mando de lã e a moto ficou "encaixada" entre as ovelhas nem para o lado caiu ( acreditem que só vendo).

mas nao deixa de ser complicado a nivel financeiro , tinhas seguro contra todos ??? essa estrada era concessionada ???

um abraço
Responder
#10

(21-03-2020 às 02:44)Nfilipe Escreveu:  Fz acho que existem situacoes para brincar mas nao acho que seja este o caso. O rapaz esta a alertar para um perigo real que se fosse na mota podia ser fatal. Nao me parece conteudo susceptivel de piadas.

Que cornice de comentário... Enfim

O meu sogro há 2 anos apanhou um no Ip5, um A3 com 4 meses e menos de 3000km. Tinha seguro contra todos os riscos portento foi tranquilo. Mas não me impede de fazer piadas com o assunto

Ditadura dos Flocos de Neve
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)