Acidente
#1

Boas pessoal , vim aqui só dizer que tive um acidente com a minha cbr na noite do 30 de Agosto . Estive internado no hospital e sai ontem tendo sido operado ao cotovelo esquerdo ( tinha partido o olecraneo) e alguns arranhões na anca e perna esquerda . Tive bastante sorte no entanto o susto foi tão grande para os meus familiares que não devo voltar a pegar na mota durante alguns anitos ? quando vi a preocupação do pessoal percebi que tinha de a deixar de lado , isto para dizer que me venho também despedir do fórum ... Fica aqui a foto da mota acidentada
Responder
#2

[Imagem: ZlktTlD.jpg]Causa do acidente foi o cansaço , tinha ido a 1 da manha desejar feliz aniversário a um amigo tive o acidente as 2h ao voltar para casa numa curva . É claro que ia demasiado depressa ...
Responder
#3

Rápidas melhoras.
Só não percebo o afastamento do fórum e deste mundo das motas.

Entraste na curva depressa demais? Travaste?
Responder
#4

As rápidas melhoras.
Responder
#5

As melhoras rápidas!
Estou com o Rod, não percebo o porquê da saída do fórum também.
Sobretudo quando estamos cansados, devemos ter uma atenção redobrada a conduzir e não enrolar o punho.
Mais uma vez desejo-te as melhoras e que voltes ao mundo das motas! thumbsup

Suzuki SV1000S '04  cool
Responder
#6

As melhoras.

A desistência de tudo a ver com 2 rodas é que não faz sentido.
Responder
#7

Axel meu querido és um morcão!

É pá se fosse de carro abandonadas tudo na mesma!?
É pá as motas são bué perigosas e tal, mas tu mesmo assumes as culpas, porque não dares uma oportunidade à tua moto e a ti mesmo de te remediares!?

Ou existe pressão familiar porque viram alguém aleijar-se pela sua própria azelhice!?

É pá e tal, se fosse enlatado não me aleijava!
Estás assim tão seguro disso!?

É pá, eu nunca parti um osso numa mota e conto com 6 acidentes e quedas já sem conta, e por uma fatalidade, a única vez que cai da camnete abaixo, parti o rádio do braço esquerdo.

Tira um tempo de reflexão, cura as feridas, sejam físicas, sejam psicológicas e trata de avaliar os danos à tua mota.
Uma boa catarze, seria reconstruir a moto as tuas mãos, com o objectivo de saber quanto te custa tudo isso. Voltar a montar-te pode ser uma excelente maneira de ganhar auto estima e voltar a aprender tudo do zero.

Aqui a culpa foi da tua auto estima que se te dizia ser senhora de todas as situações e é aí, precisamente aí, que ela te engana e te leva direito ao abismo.
Isto da igual que seja de mota, carro, camião, bicicleta ou carrinho das compras.

Não sejas um morcão e trata de ti, porque tens uma mota à tua espera.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#8

boas e rápidas melhoras

[Imagem: Qfzl0I1.png]
Responder
#9

(03-09-2016 às 17:01)LoneRider Escreveu:  Axel meu querido és um morcão!

É pá se fosse de carro abandonadas tudo na mesma!?
É pá as motas são bué perigosas e tal,  mas tu mesmo assumes as culpas,  porque não dares uma oportunidade à tua moto e a ti mesmo de te remediares!?

Ou existe pressão familiar porque viram alguém aleijar-se pela sua própria azelhice!?

É pá  e tal, se fosse enlatado não me aleijava!
Estás  assim tão seguro disso!?

É pá,  eu nunca parti um osso numa mota e conto com 6 acidentes e quedas já sem conta, e por uma fatalidade, a única vez que cai da camnete abaixo,  parti o rádio do braço esquerdo.

Tira um tempo de reflexão,  cura as feridas,  sejam físicas, sejam psicológicas e trata de avaliar os danos à tua mota.
Uma boa catarze, seria reconstruir a moto as tuas mãos, com o objectivo de saber quanto te custa tudo isso. Voltar a montar-te pode ser uma excelente maneira de ganhar auto estima e voltar a aprender tudo do zero.

Aqui a culpa foi da tua auto estima que se te dizia ser senhora de todas as situações  e é aí,  precisamente aí, que ela te engana e te leva direito ao abismo.
Isto da igual que seja de mota,  carro,  camião,  bicicleta ou carrinho das compras.

Não sejas um morcão e trata de ti,  porque tens uma mota à  tua espera.

Não podia estar mais de acordo!

Suzuki SV1000S '04  cool
Responder
#10

Desejo que recuperes rápido e bem, a saúde primeiro.

Em relação à abandonares as duas rodas, acho que te estás a precipitar, se daqui a uns meses tiveres a mesma opinião, aí sim decides. Não sou a melhor pessoa para estes conselhos porque ainda não passei por isso.

Força e as melhoras.
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)