A marca da moto influencia muito a escolha?
#1

A marca da moto influencia muito as vossas escolhas? Ou mudam de marca facilmente?

Imaginem que alguém decide que não quer uma japonesa porque quer exclusividade. Pesquisa o mercado e verifica que as melhores marcas não-japonesas são Harley-Davidson, Triumph, BMW e Ducati. Olha para o preço de todas e constata que a moto mais barata de todas é a BMW G 310 R, por isso decide comprá-la. Acham que essa forma de pensar tem algum fundamento?
Responder
#2

Ao ritmo que a BMW vende é porque de exclusividade não tem nada.
É do mais curriqueiro do dia a dia ver BMW na estrada.

Calmar pá, queres uma BMW?
Compra a puta da ventoinha pá e se depois a mulher te bater diz que fomos nós pá?

Eu tenho 3 Hondas na Garagem, coisa que não foi propositado, mas ao qual não me arrependo porque só gasto dinheiro em gasolina, borracha e na manutenção normal das motas.

Gosto da marca, não posso negá-lo, hoje em dia tem um cardápio de motas que necessita urgentemente de sangue fresco, mas não a defendo a morte.

Agora mesmo, se pudesse ampliar a garagem, a Honda estaria totalmente fora de questão para ser o construtor da minha próxima montada.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#3

Boas,

Se bem conheço o Carlos KB há de vir aí um post em como escolhe modelos, não marcas!

Qualquer coisa também de a cada momento escolher o que mais convém de acordo com o momento e tal...

Eu acho que indirectamente somos influenciados um pouco pela marca que temos. O fanatismo é que convém ser doseado, para não se fazer o papel de parvo.

Eu fiz uma troca de marca, troquei yamaha por kawasaki e a próxima... logo se vê!

Estando satisfeito, há uma tendência natural para escolher dentro da mesma marca quer se queira quer não e com os carros igual.

A minha família sempre teve toyota, os carros de serviço idem e eu também tenho um toyota como carro pessoal... porque sim...


Responder
#4

Eu andei muitos anos de metro. Mais exclusivo não pode haver...em Portugal só em Lisboa! (no Porto ñ conta)

Depois comprei uma XJ6. devil lol

[Imagem: images?q=tbn%3AANd9GcT4XLIkYtQDw11iDiKFM...g&usqp=CAU]


Responder
#5

por muito tempo de asinhas, não pelo gosto da marca, mas porque naquela altura os pianos eram 2T e elas 4T.
passado os pianos para 4T resolvi e mudei nada que possa dizer de negativo.
Responder
#6

Antes de comprar a XJ600 não tinha preferencia por marca nenhuma, qualquer uma servia... Vi esta, gostei, comprei.

Hoje em dia, já conheço mais a marca (porque entretanto pesquisei sobre a mota etc..) e se trocasse, provavelmente trocava por outra da mesma marca, mas se aparecer outra que seja bom negócio é possivel que mude de marca... No fundo sou uma puta... os números é que mandam!

No entanto prefiro evitar Hondas... Honda é aquela marca que toda a gente tem e são uma seca, nunca dão problemas e isso não tem piada nenhuma... Hondas são boas é para corta-relvas e geradores... esses é que se querem fiáveis e sem problemas!
Responder
#7

As minhas até agora normalmente foram porque já tinha um género em mente...

Honda CB500 vs Suzuki GS500-> GS era mais barata, menos quilometros e em melhor estado

Honda CBR600F vs Yamaha Thundercat -> Thundercat era mais barata, menos quilometros e em melhor estado

A R1 foi um caso à parte tong, mas regra geral era o "equivalente" que não era tão sobrevalorizado...
Responder
#8

No meu caso não, procuro a mota mais barata que tenha as características que pretendo, normalmente bmw.
Responder
#9

Eu vou para a que gostar mais, já tive uma Honda e passei para uma Suzuki sem qualquer problema...e tenho duas Yamaha para as aulas...a próxima...logo se verá, desde que não seja uma chinoca rafeira, vou para aquilo que me enche as medidas e que esteja ao alcance da carteira...ser uma marca mais ou menos exclusiva, pouco me interessa...
Responder
#10

(22-08-2017 às 20:14)MrOverclock Escreveu:  Hondas são boas é para corta-relvas (...)... esses é que se querem fiáveis e sem problemas!

o cara... !!

Ha uma serie de anos atras, o meu pai antes obrigava-me a cortar a relva, ate me arregalava cada vez que o gajo pifava!


Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)