A mão pesada das restrições europeias anti-poluição
#21

(02-10-2020 às 22:05)pareias Escreveu:  Ano "recorde" no sentido de nos irmos recordar dele?

Mais no sentido de, não obstante os stands terem estado fechados quase 2 meses e praticamente todos os sectores de actividade terem sofrido perdas, a redução de vendas geral ter sido apenas -12%. Isto partindo do pressuposto que essa fonte é fidedigna.

Tens dados totais de motociclos, incluindo <125cc?

[Imagem: muhz7is.jpg]
Responder
#22

Amigo Bosco: eu respondi porque fiquei curioso. Não fico satisfeito porque alguém não tem razão, eu muitas vezes também não tenho.
Responder
#23

Qualquer dia um gajo já nem se consegue suicidar na garagem com os gases do escape! lol
Não sou contra! gosto muito uma moto com um grito bonito e alto!
Chama-se progresso, não discuto se é bom ou mau! isso só o futuro dirá!
Responder
#24

No futuro vão haver escândalos similares aos da Volkswagen, mas versão duas rodas...

Sempre achei que as Normas Euro foram uma solução ambiental tomada em cima do joelho mas sobretudo com um timing desajustado.

Os escândalos que sabemos são prova disso...

O desenvolvimento é evolução de novas medidas requer tempo para isso e uma agenda ajustada só torna mais aliciante não jogar segundo as regras.

O pedido de vários construtores para o adiamento da entrada em vigor das normas tem como principal motivo a recomendação de cessar a actividade das empresas durante um período indeterminado por motivo de saúde pública. Recomendações que vinham da mesma instância que impõem o cumprimento das normativas.
Ora, é justo pedir o adiamento, porque ao cessar a actividade, não houve a possibilidade de investigar, desenvolver, produzir e aplicar novas tecnologias de forma a que os modelos comercializados cumpram com as normativas.
Responder
#25

Quais escândalos?

Há datas-limite para a festa poluente, 2030 na Alemanha e na Holanda por exemplo:

https://en.wikipedia.org/wiki/Phase-out_...l_vehicles
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)