A Indian Motorcycle revela em Milão a sua Scout FTR1200 Custom
#1

[Imagem: Jk2mY=]

A Indian Motorcycle revelou durante o Salão EICMA em Milão a Scout FTR1200 Custom e aproveitou o evento para homenagear a sua equipa de técnicos e pilotos de competição de Flat Track por terem conquistado o Campeonato Norte Americano da modalidade.

[Imagem: screen-shot-2017-11-21-at-190436.png]

A Indian Scout FTR1200 está inspirada na Scout FTR750 de competição com a qual a Indian dominou o campeonato Flat Track Series de 2017 nos Estados Unidos. Construída em colaboração com a equipa de competição, a FTR1200 monta o motor Indian V Twin de 1133cc.

[Imagem: screen-shot-2017-11-21-at-190335.png]

Para além de ser honrar as vitórias dos pilotos Jared Mees, Bryan Smith e Brad Baker, a Scout FTR1200 tem também por objectivo poder explorar o seu potencial no mundo inteiro e perceber que tipo de produtos poderão num futuro próximo constituir a sua oferta dentro de uma perspectiva de alargamento da presente gama.

[Imagem: screen-shot-2017-11-21-at-190343.png]

Depois de participarem nas competições de 2017, em 18 corridas de Flat Track, tendo conquistado 37 lugares no pódio de 54 possíveis, com 14 vitórias e 6 pódios em que conquistaram 1º, 2º e 3º lugar, a Indian sagrou-se campeã nacional e comemorou o seu 5º título na AMA Grand National Championship, com precisamente os seus 3 pilotos a ocuparem a 3 primeiras posições da classificação geral final.

O presidente da Indian Motorcycles, Steve Menneto afirmou que decidiram construir a Scout FTR1200 para celebrar o domíno da Indian no Campeonato nacional de Flat Track assim como o retorno da marca à competição. O objectivo de produção deste modelo exclusivo, a FTR 1200, tem também por objectivo mostrar como é que poderia ser o resultado final caso venhamos a decidir avançar com um modelo de produção com base na plataforma FTR.

[Imagem: screen-shot-2017-11-21-at-190526.png]

Menneto salientou ainda que a marca já consolidou a sua estratégia no segmento das Cruisers, Baggers e Tourers durante os últimos 5 anos e estão bastante entusiasmados com todos os comentários positivos em torno do sucesso da FTR750 e no potencial de crescimento que a marca detém para os próximos 5 anos.


Depois da EICMA a Indian Motorcycle tem como objectivo o utilizar a FTR1200 como “embaixadora” da marca através da sua presença numa série de eventos por todo o mundo no decorrer do ano de 2018 aumentando assim globalmente o reconhecimento e notoriedade da marca .

[Imagem: screen-shot-2017-11-21-at-190413.png]

De acordo também com Reid Wilson, Director de Marketing da Indian, a marca continuará a capitalizar sobre o seu palmarés histórico na competição de Flat Track e irá desenvolver novos produtos que irão aumentar a percepção do mercado sobre as motos americanas, garantindo a expansão da marca de uma forma sustentada no médio e longo prazo.

[Imagem: screen-shot-2017-11-21-at-190315.png]

ambém o VP para o mercado europeu, Grant Bester, afirmou que está muito entusiasmado com a reacção positiva dos público à Scout FTR1200 e perspectiva um crescimento da competição de Flat Track também na Europa., onde a modalidade se está a tornar cada vez mais popular. A FTR1200 parte agora num World Tour e no final será muito interessante analisar o interesse global neste modelo que poderá indicar novos caminhos na produção de motos Indian.

FONTE

[Imagem: images?q=tbn%3AANd9GcT4XLIkYtQDw11iDiKFM...g&usqp=CAU]


Responder
#2

Bom tópico.

Por fim um "scrambler" como deve de ser.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#3

Isto pode ser o principio de uma nova linha de produtos interessantes da Indian!
thumbsup
Responder
#4

Parece ser algo mais comercial do que as propostas habituais.
Responder
#5

Epa.... por acaso gosto. Nada a ver com aqueles típicos bacamartes ferrosos que vêm de Springfield!
Responder
#6

(22-11-2017 às 16:30)Rod Escreveu:  Parece ser algo mais comercial do que as propostas habituais.

O que queres dizer com mais "comercial"?

Uma flat track homologada para estrada não é propriamente um "segmento" de mercado com oferta.
Nem algo que fará muita gente a correr para comprar.
Responder
#7

Estava a querer dizer que é algo que vai de encontro à, aparente, moda que se implantou, com isto referia-me ao encontro de qualquer "scramblerista".
Responder
#8

(22-11-2017 às 16:48)dfelix Escreveu:  
(22-11-2017 às 16:30)Rod Escreveu:  Parece ser algo mais comercial do que as propostas habituais.

O que queres dizer com mais "comercial"?

Uma flat track homologada para estrada não é propriamente um "segmento" de mercado com oferta.
Nem algo que fará muita gente a correr para comprar.

E nem é nada de novo, num construtor americano!
Rod, recordas-te da Project 156 que vimos ao vivo na EICMA (fez ontem precisamente 2 anos)? E que mais tarde redundou na Octane, não tivesse entretanto a Victory fechado portas.

[Imagem: Project156next_9.jpeg]

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#9

(22-11-2017 às 16:59)carlos-kb Escreveu:  
(22-11-2017 às 16:48)dfelix Escreveu:  
(22-11-2017 às 16:30)Rod Escreveu:  Parece ser algo mais comercial do que as propostas habituais.

O que queres dizer com mais "comercial"?

Uma flat track homologada para estrada não é propriamente um "segmento" de mercado com oferta.
Nem algo que fará muita gente a correr para comprar.

E nem é nada de novo, num construtor americano!
Rod, recordas-te da Project 156 que vimos ao vivo na EICMA (fez ontem precisamente 2 anos)? E que mais tarde redundou na Octane, não tivesse entretanto a Victory fechado portas.

[Imagem: Project156next_9.jpeg]

Sim, é verdade. thumbsup
Responder
#10

(22-11-2017 às 16:59)carlos-kb Escreveu:  E nem é nada de novo, num construtor americano!

Como assim?
A Victory Octane era suposto ser uma flat track homologada para estrada?
wtf
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)