A aventura começa
#31

(08-01-2015 às 23:04)n00b1e Escreveu:  E já que hoje é dia "didáctico"  blink deixo mais uma dica bem mais importante do que à primeira vista parece.

Lá porque o guiador da mota lembra o da bicicleta não os confundas porque são maquinas bastante diferentes. Nomeadamente na maneira de as abordar.

Assim começa já a praticar os "dois dedos". Porque quanto mais cedo te habituares, melhor.

Ou seja, tanto no travão como na embraiagem usas sempre dois dedos e não a mão toda como se fazia nas biclas do meu tempo. blink

Há até quem jure por apenas um dedo mas eu raramente o consigo apesar de até o poder fazer facilmente por ter sistemas hidráulicos e não mecânicos, tanto na embraiagem como no travão.

Mas experimenta começar a usar os tais "dois dedos" nas manetes e vais ver que a tua precisão tanto no travão (importantíssimo!!) como na embraiagem melhoram vários escalões de uma vez só. blink


E bons oitos!...  devil  blink  lol

Eu, na embraiagem da minha, só mesmo com a mão toda. Comando manual... lol Mas o travão, é na boa só com dois dedos. Aliás, até com um se faz, mas como não tenho tanto controlo a "dosear", mantenho-me nos dois. Eu não sei quanto a vocês, mas a transição para dois dedos foi intuitiva por mim. Ainda durante as aulas de condução, sem me dar conta, já estava a travar com dois dedos.
Responder
#32

Muito bom shady! É continuar! Excelente primeira aula!

Todas essas dúvidas que tens são completamente naturais e com o tempo até tu sozinho as vais dissipando, e sei que é sempre excitação a mais na condução, mas tenta-te lembrar de todas as dúvidas que vais tendo durante a aula para no final as esclareceres com o instrutor, que neste momento ele é a primeira pessoa a quem deves recorrer (:
Responder
#33

(08-01-2015 às 18:44)n00b1e Escreveu:  
(08-01-2015 às 18:31)carlos-kb Escreveu:  (...) podes dar um ligeira aceleradela (...)


Esquece isto! (o Carlos distraiu-se aqui e esqueceu a tua inexperiência quase total)

Não aceleras coisa nenhuma no trocar de mudanças. Isso fica para depois, mais tarde com mais experiência e a mecanização destes movimentos todos.

Mau.... a meter em causa os meus dotes de instrutor?!  lol

Queres ver que tenho de ir fazer a prova de avaliação de professores do Crato?!  bigsmile

Agora a sério.... daí eu ter dito "e podes dar uma ligeira aceleradela" (opcional).
É apenas mais uma acção que depois de alguma prática, acaba por ser igualmente assimilada e mecanizada, permitindo evitar uma brusquidão maior na passagem que resulta no típico solvanco, que era na realidade do que o Shady se queixava (e que tem inconvenientes ao nível da saúde de alguns orgãos como sejam transmissão ou pneus, para não falar que em situações mais extremas e com piso menos favorável / sujo, pode propiciar um slide).

Shady.... Acho que era importante questionares o teu instrutor de como passar velocidades (aliás, deveria ser dever dele dizer-to como fazer). Ou até ser ele a pegar na moto e contigo à pendura, demonstrar-te "ao momento" como fazê-lo. Para isto, como para outras tantas situações que te irão suscitar dúvidas.
Cheguei a fazer isso com a minha mulher, a explicar-lhe e dando-lhe algumas achegas / dicas, por intercomunicador, de como conduzir moto, em andamento, para ver se ela se decidia a tirar a carta. Mas ainda não se decidiu! (já lhe prometi que quando ela tirar a carta, lhe ofereço uma moto.... uma Monster 600 ou derivadas, que acho que acho que lhe assenta como uma luva bigsmile )

Mas o importante é que esses receios vão desaparecer, verás.... e como todos já te disseram, serão coisas que interiorizarás e mecanizarás.... tanto que depois serão institivas ao acto de conduzir.

Boa sorte.... e não esqueças como já te disseram também.... do it softly!!!

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#34

(08-01-2015 às 22:43)nelsonajm Escreveu:  Só mais uma achega, quando carregares no pedal das mudanças, seja para cima, ou para baixo, não tenhas medo em puxar com firmeza o pedal... não faz mal nenhum, puxar o pedal devagarinho, com receio, só piora... faz com um movimento decidido.

Eu falhei de todas as vezes q tentei por a segunda por ser muito mansinho. tong

Hoje por acaso havia uma aula livre ás 18:00 mas como é sexta feira e vai estar um transito infernal disse que não,apesar de eu querer é andar de moto cool cool
Responder
#35

Fizeste bem. blink
Responder
#36

E então, mais novidades?
Responder
#37

(13-01-2015 às 18:03)quatropiscas Escreveu:  E então, mais novidades?

Já lhe tomou o gosto, não pára e agora não tem tempo sequer para vir aqui.... lol

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#38

A unica novidade é segunda feira, dia de exame... Já errada 0 no programa da segurança rodoviária quando a minha instrutora me mandou mudar de programa e para ser sincero não está a correr nada bem o melhor q consegui por uma vez foram 4 tem sido 7 6 5 .... censored

E agora com a funções que um gajo tem de estudar e pelo tempo não marquei mais aula nenhuma nem seuqer ando com vontade a vida não anda a correr nada bem dead
Responder
#39

(09-01-2015 às 10:08)quatropiscas Escreveu:  
n00b1e Escreveu:Ou seja, tanto no travão como na embraiagem usas sempre dois dedos

Eu, na embraiagem da minha, só mesmo com a mão toda. Comando manual...  lol Mas o travão, é na boa só com dois dedos. Aliás, até com um se faz, mas como não tenho tanto controlo a "dosear", mantenho-me nos dois. Eu não sei quanto a vocês, mas a transição para dois dedos foi intuitiva por mim. Ainda durante as aulas de condução, sem me dar conta, já estava a travar com dois dedos.

Epa..... No travão sim que se usam os dois dedos.... Ou um (dedo médio). Eu prefiro até usar só um!

Mas na embraiagem 2 dedos? Como? Ao fazer isso entalam os outros dois (anelar e mindinho) entre a manete e o punho!  disapointed E a manete de embraiagem convém premir mesmo a todo o curso, até encostar ao punho, daí usarem-se os 4 dedos oponíveis ao polegar!  smile

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#40

(13-01-2015 às 23:28)carlos-kb Escreveu:  Epa..... No travão sim que se usam os dois dedos.... Ou um (dedo médio). Eu prefiro até usar só um!

Eu raramente uso apenas um dedo no travão. Onde ás vezes dou por mim apenas a trabalhar com um dedo é nas paragens com declive para segurar a mota. E normalmente para o arranque lá voltam os dois habituais, o indicador e médio.

(13-01-2015 às 23:28)carlos-kb Escreveu:  Mas na embraiagem 2 dedos? Como? Ao fazer isso entalam os outros dois (anelar e mindinho) entre a manete e o punho!  disapointed E a manete de embraiagem convém premir mesmo a todo o curso, até encostar ao punho, daí usarem-se os 4 dedos oponíveis ao polegar!  smile

Uso-os exactamente como no travão. Indicador e médio. E sim, a embraiagem faz o curso completo. Provavelmente a tua duvida virá da posição da manete, da posição da mão na manete ou ainda dos restantes três dedos que não enrolo à volta do punho mas apenas com pouco mais do que as pontas lá assentes, em oposição ao polegar. E sim, esta maneira de colocar a mão é, para mim, a que melhor e mais fino controle me dá sobre o funcionamento dos comandos.  smile

Mas, e porque nunca é tarde para testar novas modalidades, um destes dias que nos voltemos a encontrar vemos isso melhor "ao vivo" no intervalo da cafezada... blink

[Imagem: tempo.jpg]

Hint! Hint!...  devil   blink   lol

[Imagem: wrong-bike.jpg]
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)