2015 YZF-R1 / R1M
#31

(08-01-2015 às 12:26)Johnny_1056 Escreveu:  Curiosamente, conseguiram conquistar o único título com uma moto "normal", a YZF-R1...

E muito graças a um Ben Spies no seu pico de forma e motivação...
Responder
#32

(08-01-2015 às 18:20)dfelix Escreveu:  E muito graças a um Ben Spies no seu pico de forma e motivação...

Boas;
Só espero que consigam arranjar um piloto e estrutura similares.
Seria uma pena hipotecar o sucesso desta moto que à partida tem um potencial do catano.
Gostava de ver outra vez a Yamaha a impor a sua lei nas SBK.
Responder
#33

Mais um video para apreciarem.

https://www.youtube.com/watch?v=U4VxBVmbsao
Responder
#34

Boas;
A moto parece um electrodoméstico.
Por muito que aprecie a evolução das motos, ainda tenho algumas dúvidas sobre se é "isto" que eu quero para mim.
Tanto critiquei o Dual-CBS da Honda e agora a "minha" marca também está a seguir esse caminho! Até isso!! Ph#da-se!! censored
Não tenho "pasta" para isso, mas se fosse buscar uma R1 desta, queria a R1-M, nem que fosse pelo refinamento de algumas coisas como as suspensões.

Ainda estou muito céptico com o envolvimento dos americanos nisto tudo, a Graves produz material belíssimo, mas há algumas particularidades do campeonato americano que duvido que funcionem no resto do planeta.
Responder
#35

Esta mota para mim tem um grande problema...

Não cabe na minha carteira.

...
Responder
#36

(15-01-2015 às 11:47)Johnny_1056 Escreveu:  A moto parece um electrodoméstico.

Acho perfeitamente legitimo que a malta queira andar depressa acrescentando alguma segurança.

Claro que isso retira a masculinidade.
Mas... não deve deixar de ser entusiasmante.
Responder
#37

Boas;
O que é que queres?? Ainda não me sinto muito à vontade com esta nova fase das motos, cheias de modernices. As motos, para mim, continuam a ser objectos mecânicos sem filtros.
Talvez um dia me converta. confused
Responder
#38

A dura realidade é que em 20 anos as superdesportivas quase duplicaram a potência debitada...
Tal como quadros, suspensões e travões evoluiram a ponto de se conseguir curvar MUITO mais depressa.

Isto quer dizer que os limites mudaram muito.
E se por um lado passou a ser seguro andar mais depressa, o mínimo erro também passou a ser letal.

Certamente tens noção que uma das severas criticas a este segmento é que a esmagadora maioria do publico alvo não consegue tirar proveito das motos.
E é verdade. Elas oferecem prestações que implicam uma curva aprendizagem muito longa e que em estrada envolve doses de ilegalidade.

Numa abordagem realista, a electrónica é a única forma de tirar um pouco mais de proveito do que elas oferecem....
Responder
#39

Boas;
Concordo com tudo isso. Talvez a minha curva de aprendizagem comece a ficar cada vez mais desfasada dessa realidade... confused
Continuo com alguma dificuldade em encarar a esse tipo de coisas. Não quero dizer que não sinta curiosidade nem vontade de experimentar esta nova vaga de motos "tecnológicas", só não consigo sentir-me grandemente entusiasmado com a ideia. Se por um lado continuo a gostar de andar e fazer umas curvas com uma desportiva obsoleta, fazer o mesmo com uma desportiva como esta nova R1 não me parece propriamente mais entusiasmante.
Responder
#40

Responder




Utilizadores a ver este tópico: 2 Visitante(s)