2015 YZF-R1 / R1M

Responder

Versões de pista das R1 e R6 para o Japão. E a velha Europa????

_______________________________________________________

Yamaha comercializa versão de pista YZF-R1 e R6
02 / dezembro, 2015

Duas versões específicas para pilotos e equipas de competição estará disponível no Japão.

Apesar de ainda a Yamaha YZF-R1 não se ter estreado no Campeonato do Mundo de SBK, o palco de excelência das máquinas derivadas de produção, a nova superdesportiva de Iwata já provou o seu valor em diversos Campeonatos Nacionais como o AMA Superbike, o BSB e o CEV, 3 competições de alto nível onde conseguiu alcançar o primeiro lugar. É então de esperar grandes resultados da nova coqueluche da Yamaha na próxima temporada do Campeonato do Mundo de SBK.

[Imagem: 565f12c1cc713_Generic.jpg]

Mas para as equipas e pilotos de maior dimensão que almejam competir com a nova R1, a Yamaha preparou um pacote bastante interessante. A marca de Iwata vai oferecer a sua superdesportiva num formato de pista, ou seja, sem homologação para circular em estrada e com elementos como os faróis, os espelhos, os poisa-pés e banco do pendura removidos o que permite à marca oferecer uma R1 a um preço reduzido de 14.800 € graças à remoção destes elementos e à eliminação dos impostos de legalização. Desta forma, as equipas poupam à cabeça mais de 4000 € que poderão investir nas alterações que irão fazer a nível de ciclística e de motor para tornar a R1 ainda mais competitiva.

A YZF-R6 também terá uma versão de pista, com os mesmos elementos removidos, e que deverá custar apenas 7000 €, menos 5000 € que a versão de produção.

[Imagem: 565f12eadfd00_Generic.jpg]

Por agora, infelizmente, estas duas versões apenas serão comercializadas no Japão mas, dependendo do interesse que as equipas demonstrem a nível local, a marca de Iwata poderá considerar abrir esta oferta a outros mercados, principalmente aos europeus, onde os Campeonatos Nacionais de Velocidade contam com diversas equipas de baixo orçamento que não perderiam a oportunidade de adquirir uma das superdesportivas mais apetecíveis para a competição.


fonte

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder

Por 7000€ uma mota para track days clap
Responder

Por enquanto só no japão, mas acredito que depois venha para a Europa pelo menos! bigsmile Quem sabe um dia não compre uma para a maluqueira! lol

As minhas máquinas (e ex):
Kawasaki Versys 1000 / KTM 1290 Super Duke GT
Yamaha FZS 600 Fazer

[Imagem: censorship2.jpg]

Responder

(03-12-2015 às 01:17)michelfpinto Escreveu:  Por enquanto só no japão, mas acredito que depois venha para a Europa pelo menos!  bigsmile Quem sabe um dia não compre uma para a maluqueira!  lol

Compreendo perfeitamente... mas eu, mais depressa comprava uma moto de mato para fazer as minhas maluquices que uma de pista... é que depois... se a quiseres usar... tens de ter um reboque... e depois ou vais para o Estoril, ou Portimão ou para Braga.... fazer um porradão de quilometros para andar lá meia hora... nahhh....

Ao passo que uma moto de mato, pego nela ao domingo, vou dar umas voltas pelos campos, e esta nossa zona do Ribatejo é fertil em belos trilhos de TT... para além de ser bem mais barato....

Mas isto sou eu.... e não há muita gente que goste de andar na lama...

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder

(03-12-2015 às 12:21)nelsonajm Escreveu:  Compreendo perfeitamente... mas eu, mais depressa comprava uma moto de mato para fazer as minhas maluquices que uma de pista... é que depois... se a quiseres usar... tens de ter um reboque... e depois ou vais para o Estoril, ou Portimão ou para Braga.... fazer um porradão de quilometros para andar lá meia hora... nahhh....

E então?
Os campeonatos nacionais de velocidade e os trackdays vão continuar a existir independentemente do teu interesse.  blink

Os custos são o grande problema. E razão pela qual se tem perdido praticantes amadores.
Esta abordagem poderá solucionar o problema dos custos que são cada vez maiores....e quase sempre devido a gadgets e equipamento de série que normalmente tem de ser retirado para a utilização em circuito.  thumbsup

Os construtores teriam muito a ganhar se catálogo oferecessem as suas desportivas em versões orientada a trackdays e competição por um custo mais atractivo, eliminando o que é desnecessário ou mesmo substituindo por outros componentes.
E actualmente isto nem seria grande empecilho, já que praticamente nenhum importador faz stock.

E nem vou dizer que seria interessante podermos assistir às provas do nacional com um maior numero de motos na grelha...
Seria positivo ter mais motos... sim, mas não pela assistência. Pois todos sabemos que as bancadas estão sempre vazias!

[Imagem: 17282.jpg]

(03-12-2015 às 12:21)nelsonajm Escreveu:  Mas isto sou eu.... e não há muita gente que goste de andar na lama...

E quem te garante que quem faz trackdays ou participe nas competições de velocidade... também não goste de andar na lama?  blink
Responder

(03-12-2015 às 12:21)nelsonajm Escreveu:  
(03-12-2015 às 01:17)michelfpinto Escreveu:  Por enquanto só no japão, mas acredito que depois venha para a Europa pelo menos!  bigsmile Quem sabe um dia não compre uma para a maluqueira!  lol

Compreendo perfeitamente... mas eu, mais depressa comprava uma moto de mato para fazer as minhas maluquices que uma de pista... é que depois... se a quiseres usar... tens de ter um reboque... e depois ou vais para o Estoril, ou Portimão ou para Braga.... fazer um porradão de quilometros para andar lá meia hora... nahhh....

Ao passo que uma moto de mato, pego nela ao domingo, vou dar umas voltas pelos campos, e esta nossa zona do Ribatejo é fertil em belos trilhos de TT... para além de ser bem mais barato....

Mas isto sou eu.... e não há muita gente que goste de andar na lama...

São sensações bem diferentes. blink Mas os custos são o maior problema sem dúvida. Uma cabra do mato também deve ser muito giro e gostaria de experimentar, mas nunca calhou. E sim, o gostar de uma não inviabiliza gostar da outra como o dfelix mencionou.

As minhas máquinas (e ex):
Kawasaki Versys 1000 / KTM 1290 Super Duke GT
Yamaha FZS 600 Fazer

[Imagem: censorship2.jpg]

Responder

Boas;
Propostas interessantes!!
Acredito que estas versões de circuito cheguem à Europa mais cedo ou mais tarde, principalmente a 3 ou 4 países mais ávidos como a Espanha e a Itália.
Uma YZ 450 de 2016 custa pouco mais de 8000€, se tivesse circuitos mais próximo mais facilmente optaria por comprar uma moto nova de circuito...
Responder

Será que estaria sujeita a iuc ou estaria isenta?
Responder

(04-12-2015 às 01:13)Rod Escreveu:  Será que estaria sujeita a iuc ou estaria isenta?

Boas;
Pagas apenas o preço base e o IVA.
Tenho uma moto de 2003 que apenas viu matrícula em 2006, até então não existia! cool
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)