Motonliners

Versão completa: Yamaha YZF-R6
Está de momento a ver uma versão reduzida do nosso conteúdo. Ver versão completa com o formato adequado.
Páginas: 1 2 3 4 5
Boas malta, venho aqui tirar uma dúvida.
Se eu importar uma R6 de 2003 será possível registar a mota, ficando ela limitada para carta A2 ?
Já ouvi rumores que dizem que sim e outros que dizem que não, no entanto nunca obtive uma resposta concreta...
Obrigado.
E essa apresentação?
Exsite no fórum um tópico próprio para a apresentação. 

Deves tratar disso 1º.
Tens de trazer uma mota restrita do pais de origem onde conste no COC a limitação, se não vier com esse coc é uma trabalheira e dispendioso obter o certificado no importador portugues, e depis tens de fazer teste de especialidade (como o que fazem para medir DB's)

Para o valor de uma r6 não compensa.

Nota: Carta A2 e uma R6?!
Eu tive uma, ciclista super agressiva (costas ui ui) motor muito nervoso e zero ajudas, não me parece a mota ideal para alguem com carta A2, e para quereres uma R6 não me parece que sejas alguém que vá manter as restrições.
https://www.economias.pt/legalizar-moto/


Preço da legalização de uma moto
Legalizar uma moto tem os seus custos. Deve somar todas as despesas e constatar se é lucrativo ou não importar a sua moto.
  • O COC custa 150€.

  • O pedido de certificação homologação ronda os 100€.

  • O ensaio de CO2 custa 165€.

  • Certificado de matricula: 33€

  • Solicitar a emissão do DUA: 50€

  • Já o ISV pode simular o pagamento online.

  • Há acerto de impostos para viaturas oriundas de fora do espaço Schengen.
... a juntar ainda o custo de converter a moto para os 46cv da A2, e eventuais burocracias que possam estar associadas.


No final, quando tudo estiver resolvido, somar o custo para a oficina "desconverter" a limitação... e assim se andar legalmente (segundo o livrete) com uma moto para a qual não se está habilitado. lol

E viver na expectativa de que nunca ocorrerá nenhum azar que leve a seguradora a colocar em causa a suposta limitação de forma a descartar-se de eventuais responsabilidades.
Ele que a venda lá e te ofereça o dinheiro! proud
(14-12-2018 às 16:32)Liquid_Fire Escreveu: [ -> ]Tens de trazer uma mota restrita do pais de origem onde conste no COC a limitação, se não vier com esse coc é uma trabalheira e dispendioso obter o certificado no importador portugues, e depis tens de fazer teste de especialidade (como o que fazem para medir DB's)

Para o valor de uma r6 não compensa.

Nota: Carta A2 e uma R6?!
Eu tive uma, ciclista super agressiva (costas ui ui) motor muito nervoso e zero ajudas, não me parece a mota ideal para alguem com carta A2, e para quereres uma R6 não me parece que sejas alguém que vá manter as restrições.

Eu tive uma R6 ainda com carta A2 e não vejo problema nisso. Em baixas até é uma mota bem maneirinha!
Quanto ao conforto, é sabido que não é uma Goldwing, mas não a achei nada desconfortável blink
(14-12-2018 às 17:55)VMassa Escreveu: [ -> ]Quanto ao conforto, é sabido que não é uma Goldwing, mas não a achei nada desconfortável blink

Eu na altura também achava que não, cheguei a ir a espanha de mochila ás costas, e o resultado é que hoje em dia aos 36 anos se andar numa mota com avanços 30 minutos tenho de me deitar a seguir 4h a descansar as costas  
Além disso o rapaz no tópico de apresentação conta que parece que se espetou com um KTM 390, e agora quer passar para uma R6, nota-se que é um moço com juizo que vai andar nas localidades a 40 kmh  lol
Que grande trabalheira para importar uma mota com 15 anos...quase 16...ainda por cima limitá-la em potência...ter uma R6 com algum apetite por óleo com um andamento próximo de uma R3..a pagar mais iuc e a gastar mais pneu...tá certo...logic!
Páginas: 1 2 3 4 5